VICHY LiftActiv Supreme

Na semana passada estive na apresentação do novo creme da Vichy, o LiftActiv Supreme. Foi no topo do Arco do Relógio, na Rua Augusta, que decorreu  apresentação do novo produto e nem o local foi escolhido de forma aleatória.

O relógio simboliza, precisamente, o tempo. O tempo que passa por nós todos os dias e deixa as suas marcas no nosso rosto. As rugas começam a formar-se e embora haja quem diga que elas até são bonitas porque trazem história a um rosto (e não duvido que sim), a verdade é que as rugas são também um sinal de envelhecimento e, consequentemente, do afastamento da nossa juventude.

E, à medida que o tempo vai passando, a nossa pele começa a aguentar pior os dias. Já repararam como os nossos pais, ou até nós mesmas, chegamos a casa depois de um dia de trabalho com um ar completamente abatido? Com a pele mais baça e as linhas e rugas mais acentuadas?

A Vichy estudou a relação das mulheres com a sua pele e, durante uma semana, acompanhou 70 mulheres e compreendeu que, depois dos 45 anos, a pele das mulheres vai perdendo qualidade ao longo do dia. Assim, percebeu que há uma “nova escala de tempo para o envelhecimento: o Over-Day Aging”.

Quer isto dizer que, ao longo do dia, a nossa pele ressente-se também e é com base nesta ideia que a Vichy criou o LiftActiv Supreme, o seu novo creme diário de Cuidado Anti-Idade.

IMG_9018

A fórmula do LiftActiv Supreme combina Correcção Óptica 3D (para um aspecto matificado e um acabamento de veludo na pele), Adeosine e Cafeína e Rhamnose e Neohesperidin. Todos estes nomes pomposos não nos dizem grande coisa (pelo menos a mim) mas o importante a reter nesta fórmula é que introduz um conceito que eu acho singular, pois actua no imediato e a longo prazo:

  • Primeiro, tem resultados ao longo do dia de modo a que, quando chegamos a casa à noite, o nosso rosto não tenha aquele ar tão cansado que referi acima. A proposta é a de “uma pele com aspecto mais liso, traços repousados e marcas de fadiga atenuada”.
  • Por outro lado, e passado um mês, a proposta é a de um efeito lifting global com “rugas, mesmo profundas, atenuadas e +32% de firmeza”.

Para melhores resultados, a Vichy explica que há quatro zonas a serem metodicamente tratadas:

Vichy-ActivSurpreme

O LiftActiv Supreme está à venda nas farmácias por um PVPR de 32€ e pode (e deve) ser complementado com os outros produtos da gama LiftActiv:

Felizmente, os meus 25 anos trataram-me bem pelo que dei à minha mãe a oportunidade de experimentar, em conjunto, o LiftActiv Supreme e o creme de noite, para ir narrando a evolução da sua pele com a ajuda destes dois cremes.

IMG_9013

Por isso, vou-vos contando novidades sobre estes dois cremes numa pele madura (acima de 50 anos) e fiquem atentas porque pode ser um excelente presente de Natal para as vossas mães que bem merecem um mimo destes. E, se quiserem para vocês mesmas, mesmo sendo novas, porque não? Podem sempre conseguir um ar menos cansado ao final do dia e começar a precaver as rugas com antecedência.

IMG_9016

Já experimentaram o LiftActiv Supreme? Qual é o vosso cuidado anti-idade de eleição?