HOTEL DO SADO BUSINESS E NATURE

Quem segue o blog no Facebook e no Instagram percebeu que, no fim-de-semana, estive com a Cristiana (do blog Salto Alto) em Setúbal. O local que escolhemos para ficar alojadas foi o Hotel do Sado Business & Naturede 4 estrelas.

Como setubalense que sou, é claro que já conhecia o Hotel do Sado Business & Nature. Já lá tinha passado uma ou duas vezes para beber um café rápido mas foi há tantos anos que já não me lembrava da vista imponente que tem e que, para mim, é sem dúvida a grande mais-valia deste espaço.

Não é, de todo um hotel comum. Em termos de arquitectura, e apesar de ter sido remodelado em 2012, guarda ainda muito daquela que é a estrutura original (antigamente era uma casa senhorial). Faz uma mistura interessante de modernidade com o clássico, ainda com peças do século XVIII. Especialmente nos corredores para os quartos, com tudo amadeirado e algumas poltronas no caminho.

No que diz respeito a serviços, há também muito para dizer. Por exemplo, “é o primeiro hotel allergy-friendly em Portugal, na área das alergias alimentares e não-alimentares”. Não sabia sequer que isto existia, mas existe. Ou seja, aqui encontram quartos e refeições preparados para quem sofre de alergias (como eu, ao pólen) mas também para quem tem alergias a certos alimentos.

Mas deixem-me começar, então, a narrar as aventuras do fim-de-semana. Depois de uma ida às compras à Shop1One, na baixa de Setúbal, e um brunch incrível no Pepper Bistro (tudo coisas sobre as quais vos falarei ainda esta semana), fomos então para o hotel. Quando chegámos, fomos muito bem recebidas no momento do check-in e, num instante, estávamos no quarto.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATUREO quarto é muito amplo, com duas camas individuais que mais parecem camas de casal. É tão amplo que, quando recebemos uma massagem, os terapeutas conseguiram montar duas marquesas no quarto sem qualquer problema. Mas já lá chegamos. A decoração é simples, e remonta também aos traços que vos falei anteriormente. O móvel da televisão, todo preto e em largura, é lindo de morrer e só o conseguia imaginar na minha sala, a fazer a dupla perfeita com o tapete gigante também preto.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATUREMas querem mesmo saber qual é a melhor parte do quarto? É a varanda, enorme, com vista para a cidade, para o rio Sado e para Tróia. Apesar de termos um cipreste mesmo à frente, é simplesmente incrível a vista que se consegue ter dali. Claro que ser apaixonada por Setúbal me tira aqui a imparcialidade mas perdoem-me, porque eu adoro mesmo isto.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATUREFalando na vista, o Hotel do Sado Business & Nature tem um espaço exterior enorme, com uma esplanada gigante na qual podemos desfrutar desta vista ímpar. Mas, como no sábado, quando chegámos, estava a decorrer uma festa de copo d’água, não quisemos ser wedding crashers e invadir a festa só para fotografar. Por isso, mostro-vos abaixo uma das fotografias do site que ilustra bem o impacto desta paisagem.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATURE

(créditos: HOTEL DO SADO BUSINESS & NATURE)

Entretanto, por sugestão do hotel, fomos dar um pulinho a Palmela para conhecer a Quinta do Piloto. Senti alguma vergonha por, sendo da zona, não conhecer os vinhos nem o espaço mas levei ali uma lição vinícola para a vida. Fomos recebidas por uma rapariga da nossa idade que, mais do que dominar toda a história da Quinta do Piloto, sabia de cor todo o processo vinícola que origina, então, o vinho do espaço. Nunca tinha feito uma visita guiada a uma vinha nem a uma adega, terminando numa prova de vinhos e queijos da região. Posso-vos dizer que, indiscutivelmente, sou mais menina de vinhos brancos. No entanto, a Quinta do Piloto tem uns tintos muito saborosos. Tenho é de ir habituando o meu paladar ao vinho tinto, porque ele ainda não é muito fã. Fica já a sugestão para amantes de vinhos e de uma hora e meia bem passada na zona de Palmela.

QUINTA DO PILOTORegressadas ao hotel, e já ao final da tarde, recebemos então uma massagem em simultâneo, no nosso quarto. Dois terapeutas muito simpáticos e profissionais foram ter connosco e, durante meia hora, tiraram-nos semanas e semanas de trabalho e de stress de cima. Posso-vos dizer que foi tão bom que, quando a massagem terminou, liguei para a recepção para adiar o jantar. Abri a janela do quarto e deitei-me na cama a ver o pôr-do-sol durante quase 40 minutos, num verdadeiro estado zen. Se tivesse adormecido, tinha tido o sono mais descansado dos últimos anos.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATURE 1Depois desta paz interior toda, chegou a hora de nos despacharmos e irmos jantar ao restaurante panorâmico do hotel. Quando nos metemos no elevador e vimos que só havia o botão para o primeiro andar, não tínhamos a noção que fosse tão alto. Mas, uma vez que o elevador tem uma parte de vidro, rapidamente percebemos do quão altas estávamos, e da paisagem já incrível que se podia ver – uma Setúbal cheia de luzes.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATURE 1Fomos logo recebidas com a maior das simpatias e educações e foi-nos perguntado imediatamente para que lado do restaurante queríamos ir, uma vez que, por ser todo envidraçado, permitia vistas diferentes. Analisámos e preferimos a vista que vêm acima. Para comer, escolhi um delicioso arroz de tamboril (que estava divinal) e a Cris comeu uns medalhões de novilho com legumes. Estivemos mais de uma hora a conversar, a rir e a desfrutar da vista, que nos inspirou para mais algumas iniciativas para os nossos blogs (fiquem atentos!). Entretanto, aproveito para vos dizer que o menu do dia completo (com entradas e uma bebida), com aquela vista incrível, custa menos de 16€ por pessoa. Não posso deixar de vos sugerir, especialmente se forem com alguém especial.
Posto isto, e uma vez que eu só tinha dormido 3 horas no dia anterior e a Cristiana estava doente, fomos para o quarto e eu, mal me deitei na cama, adormeci. Depois da massagem, com o cansaço acumulado, de barriguinha cheia e com uma cama tão confortável, dormi sem interrupções até às 9h00 do dia seguinte. Infelizmente, o domingo foi “abençoado” com muita chuva, e continuamos sem conseguir fotografar grande coisa.

HOTEL DO SADO BUSINESS & NATUREFomos então para a sala do pequeno-almoço, onde conseguimos ter visibilidade para a Serra da Arrábida. Mais uma vez, sem fotografias por causa da chuva, que estragou tudo. Entre pão de cereais com queijo e mortadela, sumo de laranja e iogurte magro, tomei um grande pequeno-almoço que me deu logo a energia toda para arrumar tudo novamente e seguir caminho, porque o check-out é perto das 11h00 e ainda havia muito para fazer no domingo.

Resumindo e baralhando, só tive pena de não ter conseguido desfrutar mais do hotel. Primeiro porque tínhamos outras actividades agendadas para a tarde de sábado e, segundo, porque a chuva e o casamento não ajudou a que pudéssemos aproveitar tanto o espaço como gostaríamos. Ainda assim, fiquei com a melhor das impressões deste hotel – tanto pela simpatia do staff, pelo quarto tão amplo, pela decoração diferente e clássica e, acima de tudo, pela vista soberba que proporciona aos convidados. Se estão de passagem por Setúbal, ou se tiverem oportunidade, passem por lá nem que seja para beber um café ao pôr-do-sol naquela esplanada. Assim que o tempo melhorar, é isso que vou fazer.

Obrigada equipa do Hotel do Sado Business & Nature, por toda a simpatia. Foi um fim-de-semana fantástico e vamos ter de regressar em breve!

_________________

Hotel do Sado Business & Nature

// Rua Irene Lisboa, 1, Setúbal

// 265 542 800

// Facebook