Extreme Cut Explosion Woman

Já vos tinha contado quando comprei a versão Extreme Cut Explosion Woman, um termogénico adaptado às necessidades femininas (para as mais esquecidas, ou as que chegaram agora, podem ler mais sobre este produto aqui). Acontece que, por vários motivos (sendo o principal eu ser uma pessoa muito preguiçosa e que, no que diz respeito a dietas, nunca acaba aquilo que começa), só passado quase 1 ano é que estou a acabar esta embalagem (que poderia ter sido consumida em 1 – 3 meses).

Normalmente, tomava os comprimidos quando estava dedicada a comer de forma saudável, o que era sol de pouca dura e, por isso, arrastou-se até agora. Contudo, e desde que me dediquei a 100% a um estilo de vida mais saudável (já lá vão duas semanas e meia – ui, que tanto…), já os estou a terminar e vou passar para outros.

Embora a dosagem recomendada fosse de 1 cápsula ao pequeno-almoço e outra ao almoço na primeira semana, duplicando a dose a partir da segunda semana, mantive-me sempre com apenas 1 ou 2 cápsulas por dia (por não beber café nunca e não estar habituada à cafeína, e por ter medo de reagir mal ao excesso). Ainda assim, notei que suava muito mais quando tomava estes comprimidos, e sentia-me com mais energia. Foi uma boa ajuda porque, com as alergias, tenho tomado anti-histamínicos que, como se sabe, dão uma soneira descomunal. Mas, seja como for, os termogénicos, ou quaisquer suplementos com quantidades elevadas de cafeína, não devem ser tomados ao final do dia. Por exemplo, o mais tarde que tomo é depois do almoço, caso me tenha esquecido de tomar antes. Isto porque experimentei tomar durante a tarde, e fiquei sem conseguir dormir.

Resumindo… Senti que era menos agressivo do que a versão normal/original, Extreme Cut Explosion, e, também, menos eficaz. Ainda assim, sente-se a diferença quando se toma este suplemento – pelo menos no meu caso. Senti-me, como disse, com mais energia o que, para mim, foi muito necessário porque os anti-histamínicos dão cabo de mim. Quanto à perda de peso que promete, não senti a grande diferença que senti com o original, e aquilo que tenho perdido acredito que tenha sido mais pela mistura da alimentação com o ginásio. O máximo que pode ter ajudado foi a dar-me mais energia nas aulas do Fitness Hut e a ter mais motivação para ir (efeito Placebo).

E, portanto, caso tivesse de repetir o uso de um termogénico, iria preferir o original ao feminino, porque me pareceu mais eficaz. Agora vou sair da Gold Nutrition e experimentar a My Proteín, tendo encomendado o Mega Green Tea e um Multivitamínico. Já experimentaram algum destes produtos?