Todos os anos é a mesma coisa: termina um, começa outro e, com este novo ciclo parece que chega a determinação necessária para darmos uma volta à nossa vida. Eu não sou excepção e todos os anos faço a lista com as minhas 12 resoluções para o ano novo. Algumas são eternas e um clássico para a maioria, outras são apenas desejos que gostava de ver realizados.

1 – Fazer uma grande viagem: Ainda não decidi se são os meus 15 dias no paraíso (que é com quem diz ‘estar de papo para o ar na praia, a beber água de côco enquanto estou deitada numa água azul transparente bem quentinha) ou se é uma viagem daquelas para descobrir uma cultura diferente. Mas vou começar a planear.

2 – Emagrecer 8kg: Desde que terminei o secundário e entrei na faculdade, fui ganhando peso, que se acentuou quando comecei a trabalhar 12 horas por dia em frente a um computador. Por isso mesmo, o objectivo para este ano é perder 8kg até ao Verão, e daí derivam as resoluções abaixo.

3 – Comer de forma mais saudável: Tenho uma tendência estúpida para adorar comida que faz mal (mas que sabe tãão bem). Pizzas, hamburguers, massas, bifes com natas, e por aí fora. E não só para emagrecer mas para me sentir mais saudável, quero começar a fazer uma alimentação mais equilibrada que deixe de fora os refrigerantes, fritos e doces.

4 -Praticar exercício físico regularmente: Corpo são, mente sã. O exercício físico é o complemento de uma alimentação saudável para quem quer emagrecer, mas é também uma forma de manter a minha resistência e evitar algumas doenças. Por isso, vá de ir correr ou dançar todas as semanas, com direito a agachamentos e abdominais dia sim, dia não, para ficar com um rabinho decente e uma barriga six pack q.b.

5 – Aprender a cozinhar: Que é como quem diz ‘aprender a fazer comida saudável de forma saborosa’. Desenrasco-me com os básicos mas quero passar à fase seguinte e ser capaz de variar mais as minhas refeições.

 6 – Encontrar trabalho na minha área: Quero encontrar qualquer coisa estável na área da comunicação social ou marketing, embarcar em novas aventuras profissionais e ganhar competências em áreas relacionadas.

7 – Fazer workshops: A Groupon, Odisseias e afins estão sempre com cursos e workshops a preços ridiculamente acessíveis. Quero muito fazer vários em áreas tão distintas como cozinha, artes manuais, marketing, etc.

8 – Mimar-me mais: Tenho de me obrigar a mimar o meu corpo com os cremes e óleos que ele precisa para não ficar com a pele seca. Quero aprender a tirar sempre aqueles 15 minutos diários para fazer a minha rotina e me sentir melhor na minha pele.

9 – Estar mais tempo com a minha família e amigos: Agora que saí de casa, nem sempre consigo estar com a minha família como gostaria. Para além disso, tenho de me organizar para tentar ir ao Norte visitar os meus avós pelo menos de 2 em 2 meses (ainda bem que a CP tem descontos de 40% quando comprado com antecedência).

10 – Poupar: Apesar de me verem muitas vezes às compras, consigo racionalizar o meu dinheiro de forma a conseguir poupar algum ao final do mês. Como não fumo e raramente bebo, acabo por dedicar esse dinheiro a mim e às coisas que gosto. No entanto, vou tentar poupar em jantares e almoços fora e em roupas que não preciso para juntar dinheiro.

11 – Fazer voluntariado: Não precisa de grandes apresentações. Acho que o mundo pode realmente avançar se nos decidirmos a ajudar os outros. Seja num hospital, seja num canil, num lar de idosos, num orfanato. O objectivo é ajudar.

12 – Ser feliz: E isso implica afastar-me de tudo o que me faz mal. Por vezes agarramos-nos a ideias e a pessoas que achamos que nos fazem felizes e raramente temos a coragem de nos afastarmos. Mas uma coisa é certa: se não nos faz feliz, não nos faz falta.