Primeira viagem de autocaravana - Tudo o que precisas de saber 

Este Verão apenas fiz umas mini-férias em Portugal. Para celebrar o aniversário da minha melhor amiga / irmã de outra mãe, fizemos um passeio pela Costa Vicentina e terminámos em Ferragudo.

Bem, foi uma aventura e tanto! Nunca nenhuma de nós tinha feito férias numa autocaravana e, por isso, tudo foi uma novidade. Com vários percalços, é um facto, mas acabou por ser uma experiência que valeu a pena e que, quanto a mim, posso apenas afirmar que me permitiu conhecer sítios que desconhecia até agora.

Se vou repetir a aventura? Seguramente, embora num registo diferente e com menos pessoas a bordo, mas continua a ler para saberes o que achei sobre fazer férias numa autocaravana, e tudo o que precisas de saber se for a primeira vez que vais fazer a mesma experiência!

Primeira viagem de autocaravana – Tudo o que precisas de saber 

Tens de ter muita concentração na condução

Dependendo do tipo de autocaravana que levas, podemos estar a falar de um “bichinho” com vários metros de comprimento, largura e altura. Como tal, a condução é bastante diferente de um carro normal e precisas de escolher um condutor de confiança, capaz de superar este desafio. Logicamente que não fui eu a condutora desta viagem, mas tivemos uma excelente motorista!

O feedback que nos deu é que é preciso mesmo muita concentração porque as curvas precisam de ser bastante mais abertas, a travagem demora mais tempo e, logicamente, é preciso ter cuidado com árvores e afins. Ah, e muita atenção com o estacionamento! Embora muitas das autocaravanas tenham sensores e câmaras de estacionamento, como foi o caso da nossa, o melhor mesmo é sempre sair alguém para ajudar a fazer a manobra.

Não podes parar em todos os sítios 

A polícia anda cada vez mais em cima do pessoal das autocaravanas, proibindo de estacionar em qualquer sítio. E até entendo porquê. Muito pessoal das caravanas acabava por deixar lixo por todo o lado, o que causava transtorno nas localidades onde iam parando. Especialmente o pessoal que “atraca” o bicho em qualquer lugar e que monta o estaminé nas redondezas: mesas, cadeiras, toldos, grelhadores e fica na rua até às tantas a fazer barulho.

E, por isso, a polícia agora anda a controlar e inspeccionar tudo até porque há leis sobre sítios onde parar as caravanas.

Procura estacionar em locais rodeados de outras autocaravanas de forma a garantir que não estás a infringir nenhuma lei e que estás em segurança ou, claro, em locais especificamente destinados a isso!

Há sítios específicos para encher a água e deitar os lixos

Embora seja muito comum encher o depósito da água e despejar a cassete da casa-de-banho nos parques de campismo, onde as taxas costumam rondar os 7 euros, encontrámos, na Costa Vicentina e Algarve, bombas de gasolina onde pagámos apenas 2 euros por cada depósito de água, e zonas específicas para despejar a cassete da casa de banho sem quaisquer custos! Encontramos estas opções numa bomba da BP em Lagos e num Intermarché algures (não me recordo bem onde). Resumindo: é preciso pesquisar bem quais as bombas de gasolina onde poderão fazer isto, porque realmente compensa.

Confirma bem o funcionamento de tudo

A nossa viagem foi uma aventura desde o início, com um alarme que não conseguíamos desligar nem por nada desta vida! Havia sempre algo novo a descobrir, porque tudo nas autocaravanas tem truques específicos para funcionar. Tenta perceber como funciona tudo antes de partir, de forma a não perderes muito tempo na viagem. Como despejar a cassete, como encher a água, como aquecer a água, onde estão as luzes exteriores, como trocar a botija do gás, como erguer e fechar o toldo, etc etc etc .

Vai com espírito aberto

Confesso que fui muito receosa. Afinal, a autocaravana era dos meus sogros e ia sempre com o coração nas mãos com medo que qualquer coisa se partisse, porque tudo parece muito frágil. Na altura do secundário costumava acampar no Verão, mas desde que entrei na faculdade e comecei a trabalhar que só quis fazer férias em hotéis. Chamem-me peneirenta, chamem-me dondoca, chamem-me o que quiserem mas passei a dar muito valor aos poucos dias de descanso, e queria aproveitá-los com as melhores condições possíveis. Por isso, viajar numa autocaravana com mais cinco miúdas foi um desafio para mim.

Fui descontraindo um pouco à medida que os dias foram passando e a verdade é que as condições de uma autocaravana acabaram por me surpreender bastante. Por isso, se estás habituado a hotéis e a luxos, vai de espírito aberto e vais surpreender-te!

Resumindo

Viajar pela primeira vez numa autocaravana é um desafio interessante para pessoas como eu, que não estão de todo habituadas. Mas, sem dúvida, é uma experiência a repetir. E cada nova viagem ficarás seguramente mais preparado, mais confiante e mais habituado, sabendo exactamente como agir em cada situação e como tirar o máximo proveito desta tua casa ambulante.

E, acredita, o facto de poderes acordar por cima das praias e poderes andar para todo o lado com grande comodidade é, realmente, uma grande mais-valia.