Philips Lumea Comfort

Já vos tinha dado a conhecer uma das novidades da Philips no que diz respeito a depilação em casa: a Lumea Comfort. Sem me alongar muito, porque já vos dei toda a explicação noutro post, queria só partilhar convosco o que achei após as duas primeiras utilizações.

Confesso que estava com algum receio de sentir dor ou ter alguma reacção adversa, mas correu tudo bem. Li muito bem o manual de instruções e, depois de perceber bem como a máquina funciona (que ajuda por ser muito intuitiva e fácil de manusear), pus mãos à obra. Os passos foram simples:

1 – Rapar: Para começar, escolhi as pernas e as axilas e, portanto, passei aí a gilette (é obrigatório raparmos a zona que vamos depilar com a Lumea Comfort para que os disparos de luz não dispersem pelo comprimento todo do pêlo, e actuem mais perto da raíz). Como não tinha apanhado sol, estava então pronta para começar.

2 – Escolher a intensidade: Uma vez que tenho a pele clara e os pêlos escuros, optei pela intensidade 5, a máxima. Mas, para qualquer dúvida, tinha o quadro que me ajudou a decidir qual a melhor opção para o meu tipo de pele e pêlo. Se o sensor da Lumea Comfort considerar que a vossa pele e pêlo não cumpre os requisitos para fazer o tratamento, não vai disparar.

Philips Lumea

3 – Iniciar a depilação: Depois dos pêlos aparados, da máquina ligada e da intensidade escolhida, chegou a vez de dar início ao tratamento. Comecei nas pernas, de baixo para cima (dos tornozelos até ao joelho) e depois passei para as axilas. Atenção: Se a zona do disparo da Lumea Comfort não estiver 100% em contacto com a pele, não vai disparar.

Philips Lumea Comfort

O que achei da primeira utilização da Lumea Comfort:

Tempo: A única parte mais chata foi o tempo de espera entre cada disparo (cerca de 4 segundos). Sei que parece pouco, mas quando estão com a máquina na mão faz alguma diferença (felizmente, o modelo mais recente é 40% mais rápido entre disparos, reduzindo assim o tempo necessário para depilar cada zona. Ainda assim, como estava a ver televisão ao mesmo tempo, pareceu-me até relativamente rápido e não é, de todo, um deal breaker para mim.

Dor: Não senti qualquer tipo de dor. Senti, em alguns disparos, uma maior intensidade provavelmente porque, naquela zona, tinha pêlos mais grossos, mas nada comparado com o que sentia nos centros de estética. Mas nunca, em algum momento, senti dor (relembro que estava na intensidade máxima).

Reacções: Também não tive qualquer sintoma pós-Lumea Comfort. Li alguns relatos de pessoas que ficaram com a pele ligeiramente vermelha depois do procedimento (vermelhidão essa que desapareceu pouco depois) mas, no meu caso, não tive qualquer problema desse tipo, nem mesmo de sensibilidade acrescida nos locais em questão.

Resultados:

Uma vez que a Philips indica que após 4 tratamentos quinzenais já se notam diferenças, e eu vou ainda no meu segundo (um no domingo e um na quarta-feira), não vou já manifestar-me. Daqui a uma semana venho falar-vos dos resultados, e se achei que resulta ou não mas, até lá, deixo-vos com o quadro de referência da Philips:

Philips Lumea ComfortSeja como for, acaba por ser (muito) mais barato do que se fosse a um centro estético, porque fica a aproximadamente 2€ por sessão, e ainda há a vantagem de poder fazer tudo no conforto da minha casa, sem ter de perder tempo em deslocações. Estou com as expectativas muito elevadas!

Já experimentaram a Lumea Comfort? O que acharam dos resultados?