do que levar num voo de longa duração

Estou quase a ir de férias para um destino tropical que sempre sonhei visitar (revelarei o destino assim que lá chegar, para manter o suspense). Já pesquisei milhares de pormenores sobre a viagem. Onde ir, o que comer, o que comprar, como viajar dentro do país, quais os melhores restaurantes, etc. Mas há algo realmente importante quando se vai de férias para um destino tropical – o que levar na mala de férias de verão!

Não sei quanto a vocês mas, quando deixo a tarefa de fazer a mala para a véspera da viagem, acabo por me esquecer de coisas realmente importantes, sobretudo a nível de produtos de beleza ou de medicamentos.

Este ano decidi fazer precaver-me e começar a fazer uma lista de o que levar na mala de férias de verão. Assim, se me faltar alguma coisa, tenho tempo de a arranjar, comprar ou pedir emprestada. Right?

O que levar na mala de férias de verão

Protector de solar FPS 50+

Ninguém pode ir de férias sem levar, pelo menos, um protector solar FPS50+. Sou um bocado obcecada com este assunto mas proteger a nossa pele é absolutamente obrigatório e, portanto, levo sempre um protector FPS50+ para o rosto e outro para o corpo. Geralmente levo também um FPS30+, para as manhãs ou finais de tarde e um bronzeador, que aplico por cima da pele com protector para ajudar a ganhar cor mais rápido. Não se preocupem, o protector solar não vai impedir que bronzeiem, simplesmente vai impedir que os raios solares façam (tanto) mal à vossa pele, protegendo-vos do cancro, manchas e envelhecimento precoce da pele.

O Photoderm Bronze Bruma é o meu protector solar preferido de sempre porque, para além de fazer uma boa protecção solar da pele, pode ser usado também no cabelo, tem uma fragrância divinal, estimula o bronzeado e é transparente, sendo rapidamente absorvido pela pele.

Repelente de mosquitos

Seja em Portugal seja fora do país, é muito comum sermos atacados por mosquitos à noite. E se há coisa que me irrita solenemente, são mosquitos e as suas picadas irritantes. Um estudo desenvolvido pela The Sir Halley Stewart Halley Trust revelou que algumas pessoas são realmente mais picadas que outras e isso é devido aos “químicos voláteis produzidos por cada um de nós, que são detectados por estes insectos”. Se tiverem azar, como eu, são verdadeiros petiscos para os mosquitos e, para os afastarem da vossa pele, há que usar um bom repelente. Eu sei que o cheiro dos repelentes é, geralmente, pouco agradável mas é preferível isso a serem comidos vivos por mosquitos, a ficarem cheios de picadelas e comichão e, pior, apanharem doenças como dengue (algo que pode acontecer, sobretudo, em países tropicais).

Felizmente já há opções com cheiros menos intensos e, para além de sprays, há também roll-on e pulseiras repelentes! Gostei particularmente do repelente em roll-on da Previq Tropics, que tem “protege contra mosquito comum (até 12h), mosquito da febre amarela (até 7h) e mosquito da malária (até 10h). Ideal para atividades no exterior e destinos tropicais e zonas de maior risco de transmissão de doenças pela picada do mosquito”. E só custa 8€! Podem encomendá-lo online na Skin.pt.

Cápsulas de cafeína ou bebidas energéticas

Cápsulas de cafeína ProzisO Verão é uma época do ano absolutamente fantástica. Para mim, sem dúvida, a altura em que me sinto mais feliz. Os dias são mais longos e parece até que tenho muito mais vontade de fazer tudo. O problema é que o calor me suga a energia e depois de dias de praia, por causa do sol, fico cheia de sono. Quando visito países tropicais, a humidade ainda me deixa mais cansada e cheia de sono. Mas pagar um balúrdio para visitar um destino exótico e estar sempre cansada e com vontade de ir para o hotel dormir é um desperdício, certo? Agora que descobri as cápsulas de cafeína, não quero outra coisa! São super baratas (6,99€ e mais 10% de desconto com o código BSHOES), práticas de tomar e têm-me ajudado a ter mais energia nestes dias de Verão. Se preferirem, podem também recorrer às bebidas energéticas, fáceis de transportar convosco em passeios ou até mesmo na praia.

Chapéu

Voltando a falar sobre protecção solar, levar um chapéu (ou boné) para as férias devia ser obrigatório. Bom, na verdade, para qualquer ida à praia! Uso sempre um chapéu quando estou na praia porque protege ainda mais a zona do rosto, e porque me ajuda a ver melhor – a sério, o sol directo nos olhos não vos incomoda? Não ocupa grande espaço na mala e dá imenso jeito, tanto na praia, como nos passeios.

Água termal

A água termal é uma pequena dádiva, não acham? Uso-a sempre no Verão para vários efeitos. Primeiro, nas viagens de avião longas, permite manter a pele mais hidratada, algo útil sobretudo devido ao ar condicionado do avião que seca muito a pele. Segundo, refresca a pele sempre que está muito calor e não posso ir a mergulhos, não prejudicando a maquilhagem (se estiver maquilhada, coisa que quase nunca acontece no Verão). Terceiro, limpa o sal ou cloro da pele. Este aspecto é particularmente relevante porque, tendo eu rosácea, convém que a pele não esteja muito tempo com sal ou cloro porque começa logo a repuxar. Chegam-vos estes motivos para andarem sempre com uma água termal pequenina na carteira este Verão?

Conseguem encontra-las em tamanhos mais pequenos, de 50ml, a partir de 4€, até embalagens de 300ml, por volta dos 10€.

 

Livros

Livro O Homem dos Sussurros Para mim, não há férias sem livros. Seja para ler no avião, no comboio, na praia ou na piscina, não há como passar sem estar acompanhada de livros no Verão. O critério de selecção depende muito de pessoa para pessoa. Eu adoro thrillers ou livros técnicos, embora a segunda categoria não seja a mais prática de ler nas férias porque costumo fazer apontamentos e sublinhar. Mas romances também são fantásticos para descontrair.

Algumas sugestões: “Raparigas Como Nós” é um romance adolescente fantástico de uma escritora portuguesa, que se lê num ápice, e que nos fala sobre o primeiro amor vivido em sítios Lisboetas que todos nós conhecemos. “O Homem dos Sussurros” é um thriller viciante e arrepiante sobre um pai e um filho que mudam de cidade e se vêm envolvidos num conjunto misterioso de acontecimentos possivelmente sobrenaturais. “As Flores Perdidas de Alice Heart” é uma história comovente que nos retrata, de uma forma encantadora, como se processam situações de violência doméstica e o quão fácil é manipular as vítimas.

Mochila

Bem sei que, esteticamente, as mochilas não são o acessório preferido das mulheres mas, common, são a coisinha mais prática de sempre para as férias. Seja para a praia, para passeios ou para tours longos, as mochilas deixam-nos os braços 100% livres para o que for necessário, não deixam entrar areia ou bichos e são, normalmente, espaçosas o suficiente para levarmos tudo o que precisamos. Para além disso, permitem equilibrar o peso entre os dois ombros, ao invés de sobrecarregar apenas um.

Gostei particularmente do modelo da Mochila Adventure Black, da Prozis, que é dois em um – de uma pequena bolsinha, desdobra-se para fazer uma mochila super leve e waterproof! E custa apenas 13,99€ (com 10% de desconto extra usando o código BSHOES).

Máquina aquática

México AkumalÉ um capricho mas, hey, todos temos direito aos nossos, certo? Quando vamos de férias de Verão, geralmente vamos para destinos de sol, praia … e mergulhos. E eu adoro fotografias no mar ou na piscina, dentro e fora de água. Quem tem um blog ou um projecto digital, gosta sempre de tentar tirar fotografias originais e uma máquina aquática é um dos equipamentos que gosto sempre de levar comigo. Neste campo, recomendo a GoPro que tem várias opções para vários preços e, de acordo com os especialistas, ainda é a melhor do mercado. Pode ser que este ano invista numa GoPro para mim e para as minhas futuras viagens, já que a minha máquina aquática tem mais de 10 anos…

Power Bank

Quando faço voos de mais de 8 horas, é comum aproveitar para editar fotos no telemóvel e ver filmes na Netflix. E, quando chego a outro país, adoro sair de manhã e só voltar ao hotel à noite. E qual é a pior coisa que pode acontecer a uma blogger? Ficar sem bateria no telemóvel! Ficar incontactável nas férias de Verão, se for propositado de forma a descansar, faz sentido. Mas, sobretudo quando estamos noutro país, pode ser uma questão de sobrevivência. Ando sempre com um bom powerbank, que permita fazer, pelo menos, duas cargas completas. O power bank Lifeline é uma excelente opção porque, devido à sua bateria de lítio de 10 000 mAh, consegue carregar completamente um iPhone 8 cinco vezes! Custa apenas 29,99€ mas fica com 10% de desconto com o código BSHOES.

Medicamentos

Aqui deve ir um bocadinho de tudo porque, como não ocupam muito espaço, mais vale prevenir do que remediar. Levo sempre comprimidos para as dores de cabeça, para a febre, para disfunções intestinais (prisão de ventre ou diarreia), para a menstruação, para dores de garganta e inícios de gripe. Também levo cremes para escaldões e picadas de mosquitos e pensos rápidos, porque é fácil magoarmo-nos em pedras ou em conchas, por exemplo. Basicamente, é construir um mini kit de primeiros socorros para garantirmos que não ficamos doentes nas férias ou que, se ficarmos, conseguimos ter acesso rápido a medicamentos que conhecemos. Depois de o meu namorado ter ficado doente na República Dominicana e de nos termos visto aflitos com medicamentos, nunca mais me apanham desprevenida!