Maria Lourenço Cabeleireiros

Há muito tempo que andava a cobiçar um novo look que consistisse num cabelo mais claro. Primeiro começou com a vontade de fazer as californianas, mas para além de toda a gente as ter feito, comecei também a ver trabalhos péssimos (na minha opinião) que, em vez de um degradé, eram quase como que uma tira amarela (ou às vezes alaranjada) a meio do cabelo.

Felizmente, a técnica evoluiu e comecei a ver cabelos simplesmente deslumbrantes – em celebridades, obviamente. E eu, em vez de procurar um bom salão em Lisboa que pudesse atender as minhas necessidades, deixei-me contaminar por uma experiência terrível que tive quando tinha os meus 17 anos, quando resolvi pintar o meu cabelo castanho de… loiro! Foi descolorado e o resultado foi… enfim, foi o que foi. Estava na idade de fazer parvoíces e ainda passei o Verão inteiro loira, sendo que demorei anos para restaurar a cor do meu cabelo natural e tirar todas as pinturas do cabelo. Contudo, agora, descobri que há uma maneira de dar cor ao cabelo sem precisar de manutenção – é exactamente aquilo que eu queria! Desculpem, mas não tenho vagar nem carteira que me permita ir todos os meses a um cabeleireiro fazer raízes e, por isso, esta solução seria perfeita. O problema, agora, é que não conhecia ninguém que tivesse feito o que eu queria ao cabelo, para ter a certeza que ia ao sítio certo.

Maria Lourenço CabeleireirosTudo mudou quando, na semana passada, a Maria Gonçalves do Fashion Addicted me ligou a contar que ia fazer uma mudança de cabelo com a Maria Lourenço Cabeleireiros e ia fazer precisamente também aquilo que eu tinha em mente. Obriguei-a a mostrar-me em primeira mão o resultado da mudança de visual e, mal ela me enviou a fotografia, enviei uma mensagem pelo Facebook da Maria Lourenço Cabeleireiros a pedir para fazer exactamente igual na semana seguinte. Super atenciosa, foi a própria Maria Lourenço que me respondeu e agendámos, então, para dia 29 de Outubro no salão localizado nas galerias Aqua Roma.

Maria Lourenço CabeleireirosComo combinado, cheguei à hora marcada e, atendida por um staff muito atencioso, comecei a fotografar o espaço. A primeira impressão que tive é de que o espaço é muito amplo e acolhedor. O branco das paredes e da decoração dá uma sensação de luz e é, sem dúvida, muito clean e com muito bom gosto. E, então, chegou a própria Maria Lourenço.

Maria Lourenço CabeleireirosNão posso deixar de comentar que a Maria é uma mulher linda, cheia de classe e de estilo – e, claro, com um cabelo irrepreensível. Teve uma abordagem muito calma, simpática e tranquilizante. Senti-me 100% descansada assim que lhe comecei a explicar o que pretendia e percebi que estava a ser compreendida e que a Maria tinha a técnica certa para concretizar. Afinal, com 27 anos de experiência na área e filha de uma mãe cabeleireira, não poderia ser de outra maneira.

Maria Lourenço CabeleireirosNão me falou em californianas, não me falou em ombré nem brondé. Falou-me, sim, em facelight, a técnica desenvolvida neste salão que dá brilho e leveza ao cabelo e ao rosto e em contouring, a técnica que se usa em maquilhagem e que foi adaptada ao cabelo para modelar o rosto e que é feita interiormente. Foi, então, esta última técnica que decidimos aplicar para criar o efeito natural que queria, quase como se tivesse passado três meses na praia e tivesse o cabelo ligeiramente mais claro – sem ficar exagerado, sem se notar quase que é pintado.

Maria Lourenço CabeleireirosTive, contudo, de dar um corte nas pontas. Para minha surpresa, o corte foi a primeira coisa a ser feita. Levantei-me e, com o cabelo ainda seco, vi a Maria a cortar-me as pontas e, só depois, começar a técnica do contouring.

O processo foi muito rápido. No fundo, a Maria pegou em algumas madeixas ao longo do cabelo e passou-lhes aquele produto mágico com um pincel. Para as pontas, fez a magia com as próprias mãos e, uns 5 minutos depois, estava pronta para a lavagem do cabelo.

Maria Lourenço CabeleireirosSe soubesse que a massagem era assim tão divinal, tinha pedido para fazer a mudança de cabelo numa sexta-feira, para poder relaxar tudo após uma semana inteira de trabalho. Usei uma linha da Kérastase para cabelos longos, com um cheiro fantástico, que deu direito a quase 20 minutos de massagem no cabelo. Digo-vos que estava mesmo quase a dormir, especialmente quando me puseram uma toalha sobre os olhos para que nem a luz me distraísse de relaxar.

Maria Lourenço CabeleireirosDepois da lavagem, foi a altura de ir para a cadeira da secagem de cabelo onde, ainda molhado, não se conseguiam ver mudanças. Mas mal o secador começou a retirar a água dos meus cabelos, comecei a ver que estava mais claro. Tal e qual como eu queria – um castanho  ligeiramente mais claro mas tão natural que poucas pessoas que me conhecem conseguiriam aperceber-se da diferença a uma primeira impressão. Contudo, fui avisada que a cor irá abrir um pouco e estou muito curiosa para ver como vai ficar depois de abrir.

Maria Lourenço CabeleireirosO que é que vos posso dizer? Apesar de a diferença ser subtil, para mim é aí que reside o fantástico deste trabalho. É muito mais fácil pintar um cabelo de forma a que se note que foi pintado, mas trata-lo de modo a que ele pareça assim tão natural, isso não é para qualquer um. Fiquei rendida pela simpatia, profissionalismo e pela técnica da Maria Lourenço e acho que estou a começar a ganhar o bichinho de ir experimentar a técnica do salão, a facelights.

Maria Lourenço CabeleireirosAdorei adorei adorei. O que dizem? Gostam do resultado? A cor muda consoante a luz, e ainda vai abrir (talvez não esteja tão loiro quanto parece nas fotografias, embora não tenha aplicado qualquer tipo de filtro). Não deixem de espreitar o Facebook da Maria Lourenço Cabeleireiros para irem acompanhando as tendências (podem marcar através do 21 782 0246).