Meu Querido Mes de Agosto Barbara Bacao

Adoro o mês de Agosto, por variadíssimos motivos.

Primeiro, porque é o aniversário de muitas das pessoas mais importantes da minha vida: a minha avó, o meu irmão, a minha melhor amiga, a minha sogra e eu própria.

Segundo, porque é o mês do Verão por excelência. Os dias são longos e quentes, perfeitos tanto para um dia de praia, como para um dia de trabalho com muito menos pessoas a incomodar frequentemente com chamadas que poderiam ter sido resolvidas com um email, e emails a toda a hora.

Adoro mesmo o mês de Agosto e sinto-o como se fosse o MEU mês. Vou ter direito a umas mini-férias e, pela primeira vez em muito tempo, permiti-me a não levar o computador de férias. Poderia ser um gesto banal para qualquer pessoa mas, para mim, é como se deixasse o meu braço direito em casa. Estou com uma ansiedade profunda ao pensar que algum cliente pode precisar de alguma coisa e eu não vou conseguir dar resposta, mas estou a obrigar-me a mentalizar-me que também preciso de fazer uma pausa porque estou a chegar a um limite.

Por isso, já começa bem pelo facto de sair da minha zona de conforto e me obrigar a não trabalhar (bom, ou menos menos a trabalhar a apenas 10% porque só vou poder dar resposta a temas absolutamente urgentes e que sejam possíveis de resolver via telemóvel).

Este ano, também, vou celebrar Agosto a terminar um curso que já devia ter tirado há anos – o curso de Formação de Formadores que, devido à Consultoria para Influenciadores Digitais e Empreendedores é cada vez mais importante. Já estão mesmo a ver que vai ser um Agosto em cheio e, espero, com muitos finais de dia na praia a passear, sozinha ou acompanhada, de regresso à minha leitura diária que tem estado parada devido ao excesso de trabalho.

Tenho a certeza que Agosto será um mês incrível e espero que o seja para todos vocês!

Bem-vindo de volta, meu querido Agosto!