Dia da Mulher

Há quem diga que é sexista celebrar-se o Dia da Mulher quando não existe o Dia do Homem. Contudo, diz a nossa espécie que o Dia do Homem é celebrado todos os dias, desde a nossa existência. O homem sempre foi considerado o elemento mais forte, aquele que deve providenciar a família, aquele que pode tudo e a quem tudo deve ser perdoado. À mulher foi confinado um papel inferior, de dependência.

É certo que, no Ocidente, temos feito um grande progresso no que diz respeito à igualdade de géneros. Mas sabemos que, por este mundo fora, há muitos países em que as mulheres (incluindo as crianças), sofrem muito à mão dos homens. Que não podem estudar. Que não podem votar. Que não podem trabalhar. Que não podem escolher com quem vão casar.

Bem perto de nós, há países em que, quando é permitido às mulheres que trabalhem, recebem muito menos do que os homens. Aqui, no nosso Portugalinho, há mulheres a morrer às mãos dos seus companheiros ciumentos, que se sentem no direito de destruir as suas vidas só porque sim. Todos nós conhecemos um machista. Um homem que acha que o lugar da mulher é em casa, na cozinha, e a tomar conta dos filhos. Todos nós conhecemos homens que andam por aí a envolverem-se com todos os rabos de saia mas aí da sua mulher se um dia conversar com outro homem. Eu própria conheci rapazes que proibiam as namoradas de usar saias e de pintar as unhas de cores vivas como vermelho. Sim, isto é real.

Cabe-nos a nós fazer a diferença. Cabe-nos a nós continuar a lutar e a denunciar as injustiças. Sem medos. Cabe-nos a nós tentarmos ser mais e melhores. Estudarmos. Trabalharmos. Lutarmos pelos nossos sonhos. Abrirmos as nossas empresas. Namorarmos com quem quisermos. Respeitarmo-nos e aceitarmo-nos. Andarmos de cabeça erguida. Cabe-nos a nós sabermos que somos capazes de mudar o mundo. E cabe-nos a nós ajudar sempre as outras mulheres, em vez de apontarmos o dedo constantemente.

E portanto, neste Dia da Mulher, quero apenas dizer que sou muito agradecida por todas as mulheres que, antes de mim, lutaram para que eu e as minhas filhas (que hei de ter) tivéssemos direito à nossa liberdade e à nossa vida.  E rezo para que, muito em breve, deixem de existir países em que as mulheres são tratadas como propriedade e como gado desde que nascem.

Dia da Mulher

Casaco Shein (usa o código livin10 para 10% de desconto)