Como aproveitar o tempo nos transportes públicos

Ter regressado para Setúbal fez-me reviver a saga dos transportes públicos (sim, que fazer esta trajetória todos os dias de carro só mesmo para malucos e ricos).

Felizmente, Setúbal está muito bem fornecida de transportes rápidos e directos para a capital e, quanto a mim, tenho a sorte de viver mesmo em frente à estação de onde saem todos os comboios e autocarros para Lisboa.

Passo cerca de 2 horas e meia por dia em transportes públicos o que, para muitos, pode ser sinónimo de um aborrecimento de morte. E para mim também o seria, não tivesse eu encontrado forma de tirar partido destas viagens onde vou sempre sentada e confortável.

Então, como aproveitar o tempo nos transportes públicos?

1 – LER

O meu maior passatempo nos transportes públicos tem sido a leitura. As viagens tornam-se tão mais rápidas quando me perco nos livros que já não consigo fazer uma viagem sem ter um livro na carteira.

Tenho lido muito mais desde que ando de comboio, compensando o tempo de leitura que andava a adiar nos últimos meses. Acabei por “despachar” alguns livros que tinha parado e, agora, voltei a ganhar aquele vício bom de quem só descansa quando tem outro livro na prateleira à espera de ser lido.

Não sabes o que ler? Passa no site da Wook e vê as novidades, ou vê quais foram as minhas últimas leituras.

2 – FAZER / ASSISTIR A CURSOS ONLINE

Quem me segue há algum tempo já sabe que gosto de me manter actualizada na área do Marketing Digital. Não só por ser directora de marketing de uma Associação, mas também pelo meu trabalho aqui no blog e enquanto Consultora de Bloggers, Influencers e pequenos negócios online.

Há diversos sites que oferecem cursos online grátis (como a Google ou Hootsuite) ou a preços muito simpáticos, como a Udemy ou a Domestika. Tenho assistido a alguns desde que regressei para Setúbal e aprendido imenso.

3 – ESCREVER

Dou por mim, muitas vezes, a escrever artigos para o blog ou legendas para o Instagram durante a viagem de comboio. Surgem-me ideias ao ouvir conversas, a assistir a cursos ou, simplesmente, a olhar para a paisagem. Como vou sempre a ouvir música no comboio, por vezes a mente vagueia por zonas de criatividade e tem de ser aproveitada.

Alguns dos meus últimos artigos têm sido escritos entre Lisboa e Setúbal e são fruto desses momentos de inspiração que surgem meio que do nada. Mas, hey, inspiração não se desperdiça! É abrir o bloco de notas do telemóvel e deixar as ideias fluírem.

4 – ORGANIZAR O RESTO DO DIA / DIAS SEGUINTES

Quando vou ter dias agitados, aproveito a viagem para fazer um planeamento dos meus dias seguintes de forma a não perder nenhuma tarefa importante. Como sou meio “control freak” nas minhas tarefas, uso o Todoist para apontar todas as tarefas que tenho de realizar em cada dia da semana, desde o mealprep, compras no supermercado, um artigo novo para publicar no blog, sessões de fotografia, preparação de coaching, escrita das newsletters para bloggers, etc.

Quando deixo a minha vida organizada, sofro menos com ansiedade. E, portanto, prefiro ter tudo planeado embora sempre com um espaço para improvisar.

5 – OUVIR PODCASTS

Confesso que não sou a maior fã de podcasts porque a minha atenção foge muito quando apenas tenho áudio para me concentrar. Ainda assim, os podcasts são ferramentas espectaculares de aprendizagem ou de descontração.

Pessoalmente gosto de ouvir podcasts relacionados com a área de Marketing Digital, Branding ou Desenvolvimento Pessoal, mas há de tudo um pouco – incluindo entretenimento e comédia.

6 – VER FILMES / SÉRIES / DOCUMENTÁRIOS

Com esta coisa da Netflix, é muito fácil ver filmes, séries ou documentários em qualquer lugar. Quando há alguma coisa que quero realmente ver, faço download e assisto durante a viagem – que passa ainda mais rápido, claro!

O problema é que a Netflix é um vício, por isso prefiro deixar esta sugestão para último porque há, sem dúvida, outras formas mais interessantes de passar a viagem.

Para mim, os transportes públicos são uma mais-valia, que me permitem ter duas horas por dia dedicadas a mim. Gosto de investir esse tempo em algo que me acrescente e enriqueça, por isso nunca sinto que o tempo nos transportes é tempo perdido.

Espero que este artigo te ajude a olhar para as tuas horas de viagem de outra forma, e que te permita tirares maior partido delas.

E tu, o que fazes durante as viagens em transportes públicos?