Após alguma resistência, decidi começar a ver a série “Revenge”, da FOXlife. Esta espécie de versão moderna da história de “O Conde de Monte Cristo” deixou-me agarrada logo no primeiro episódio e, depois, seguiu-se uma maratona pelas duas primeiras temporadas, ou não fosse eu viciada em séries. 
Esta é a história de uma criança, Amanda Clarke, que vê o seu pai ser preso após ter sido acusado de ser o responsável por um violento um ataque terrorista. Devido à sua idade precoce e a uma rede de mentiras, a rapariga achou, durante anos, que o seu pai era realmente um assassino e odiou-o, mesmo tendo este sido assassinado na prisão. Estava longe de saber a verdade e, possuída pela raiva, tornou-se uma adolescente rebelde.
Esperava-lhe um futuro problemático até um rapaz misterioso lhe entregar uma caixa no dia em que saiu do reformatório. Nessa caixa estavam as provas em como o seu pai era, na verdade, inocente e foi a vítima perfeita de um grupo de pessoas que fez de tudo para o tramar de forma a escaparem da prisão.
Decidida a vingar a morte do pai, a criança adoptou um novo nome e uma nova identidade e tornou-se Emily Thorne, uma mulher incrivelmente bela e astuta que dedicou vários anos da sua vida à ambiciosa vingança que serve de mote à história.
É quando se sente preparada que, a agora Emily Thorne, regressa aos Hamptons, local onde passava férias com o seu pai, para iniciar uma longa vingança de todas as pessoas que se viram envolvidas na trama que condenou e matou o seu pai, com os Graysons como alvo principal, a mais poderosa família da zona.

Tendo apenas um único amigo na sua demanda, Emily Thorne não vai olhar a meios para atingir os seus fins mas acaba sempre por lidar com vários imprevistos e com sentimentos que (já) não deveriam existir e que podem trazer complicar o seu objectivo final.
E é assim que, ao longo de duas temporadas, tem-se assistido a muita acção e emoção, mas nada como o final da segunda temporada, que terminou na noite de ontem na FOXlife
  • É claro que adoro emoções fortes, mas detesto ver os meus personagens preferidos a morrer, sobretudo numa altura em que iam ser pais! Sim, o Declan Porter morreu e eu não estava à espera dessa. Isso quer dizer que a pobre rapariga vai ser mãe solteira, para grande felicidade dos seus horrendos pais.
  • O filho bastardo de Victoria também já apareceu em cena, mas ainda não conseguimos ver quem é. É claro que vai vir dar muitas dores de cabeça aos Graysons, e bem merecidas.
  • O Jack esteve a poucos segundos de assassinar o Conrad Grayson, até que a Emily salvou (como sempre) a situação ao dar-lhe a entender a sua verdadeira identidade.

Posto isto, e sem data anunciada de estreia da próxima temporada, fica tudo em aberto. Estou em ânsias para saber qual será a reacção do Jack à constatação de que Emily é, de facto, o grande amor da sua vida, Amanda.
Graças a Deus que as filmagens da terceira temporada começaram esta semana, por isso o regresso das aventuras de Emily Thorne e companhia pela destruição dos Grayson deve estar para breve!
Alguém que siga a série “Revenge”?

xx