Vitamina C

Bem-vindos a mais uma Healthy Mondays! O Inverno está à porta e não tarda muito começam as constipações e as gripes. Por isso, venho-vos aprofundar o conhecimento sobre a Vitamina C – algo que muitos já utilizam para reforçar o sistema imunitário, consciente ou inconscientemente. Certamente já vos recomendaram um sumo ou mesmo uma laranja para combater as doenças do dia-a-dia, certo?

É uma molécula aquo-solúvel, absorvida no intestino. A sua absorção é atrasada por quantidades elevadas de açúcar no sangue e/ou no intestino. Quer saber mais sobre ela? Vamos começar pelos benefícios:

1- Em primeiro lugar, trata-se de um excelente antioxidante e de um co-fator enzimático, participando em várias reacções. É de notar que intervém na síntese da Carnitina, presente no metabolismo lipídico (gorduras), e do colagénio, fulcral para a reparação e desenvolvimento de tecidos – ajudando na cicatrização de feridas, por exemplo.

2- Tem um papel importante na prevenção da anemia, facilitando a absorção do Ferro – muito importante para as mulheres!

3- Além disso, está altamente associado ao combate a infeções, uma vez que se pode observar um elevado consumo desta biomolécula quando o corpo combate uma infeção.

A ter em atenção:

Embora tenha imensos benefícios, facilmente excedemos a dose diária recomendada. As consequências disto começam com problemas digestivos mas podem levar a um aumento indesejado da absorção de ferro, que também não é benéfico quando excede os valores normais.

Boas fontes alimentares:

As principais fontes desta Vitamina são, sem dúvida alguma, as frutas. Geralmente, referenciam-se os citrinos (principalmente a Laranja, Toranja e o Limão), mas há muitos mais alimentos ricos nesta Vitamina. De seguida seguem outras opções, com maior concentração de Vitamina C por 100g de Alimento, que a tradicional Laranja:

  • Papaia
  • Morango
  • Kiwi
  • Brócolo
  • Pimento

Este Inverno, não se esqueça de incluir a Vitamina C na sua rotina diária e veja como a gripe e constipações se vão manter mais afastadas.

Francisco Bação