15 indispensáveis para o ginásio

Para mim, a ida ao ginásio foi sempre um desafio. Só agora estou a começar a entrar no ritmo mas, mesmo assim, esquecia-me sempre de alguma coisa importante quando chegava ao ginásio. Ou me esquecia da toalha de treino, ou me esquecia dos chinelos, ou de outra coisa qualquer que, no final, me fazia sempre falta. Para quem sofre do mesmo problema que eu, aqui fica uma lista de 15 indispensáveis para o ginásio.

Toalha de treino: É obrigatório treinar com uma toalha pequena, para evitar contacto directo com os aparelhos ou com os tapetes e, dessa forma, tornar tudo muito mais higiénico. Para além disso, durante os treinos, retiramos o excesso de suor com a toalha. Parece básico, mas já dei por mim a esquecer-me dela.

Garrafa de água: Apesar de não conseguir beber muita água durante as minhas idas ao ginásio, para não ficar com aquela famosa dor de burro, não dispenso levar comigo uma garrafa para ir dando pequenos goles de vez em quando. No meu caso, a minha aliada é a Bobble, com a qual filtro a água da torneira.

Luvas sem dedos: Para quem levanta pesos (sim, meninas, levantar pesos é importante na parte do treino feminino, sem querer dizer que vamos parecer o Hulk), umas luvas sem dedos ajudam a não criar calos. No meu caso, quando faço as aulas de Pump, tenho sentido a falta dessas luvas porque, como tenho a pele sensível, por vezes o metálico faz-me arder as mãos.

Telemóvel / Leitor de música: Há quem diga que não se deve levar o telemóvel para o ginásio, mas eu não passo sem ele. É a partir de lá que oiço rádio ou as minhas músicas preferidas, o que me ajuda e motiva ao treino.

Braçadeira para telemóvel: É a maneira mais prática que conheço de ter o telemóvel sempre perto de mim, sem me esquecer dele. E algumas permitem até guardar a chave do cacifo.

Auriculares: Seja para ligarem ao telemóvel, ao leitor de música ou mesmo às próprias máquinas (no Fitness Hut, por exemplo, podem ouvir os canais de televisão que estão a passar nos vários ecrãs através dos vossos próprios auriculares), os head phones são, para mim, indispensáveis quando estou a fazer máquinas, especialmente cardio (passadeira e elíptica).

Kit de banho: Há alguns kits de banho em miniatura (tamanho de viagem), normalmente compostos por champô, amaciador e gel de banho. Ou, se preferirem, podem sempre comprar os frascos vazios (na Primark ou nas lojas dos chineses), e enche-los a partir dos produtos que já têm em casa. Outro dos produtos que acho interessante inserir aqui é o óleo corporal, que permite fazer logo a parte da hidratação ainda no chuveiro.

Toalha de banho: Quanto mais leve e de secagem rápida for, melhor. A Decathlon tem umas excelentes, muito práticas, que são até uma excelente opção como toalha de praia.

Chinelos de banho: Ok, é parvo mas já me esqueci mais do que uma vez dos chinelos de banho, o que é uma verdadeira treta. Portanto, agora tenho-os sempre no fundo da mala do ginásio, guardadinhos dentro de um saco à sua medida. E não saem de lá!

Necessaire:  Maiores ou mais pequenos, consoante a quantidade e o tamanho dos produtos que quiserem usar para os vossos duches. Quanto a mim, uso um daqueles necessaires que se desdobram e têm um gancho, que me permite pendurar na porta do chuveiro. São muito práticos e têm mais do que uma bolsa.

Kit pós banho: Ora vejamos: hidratante, anti-celulítico, perfume e desodorizante são os três que não dispenso, mas há mais. Desde produtos para o cabelo, secador, prancha para alisar e até mesmo maquilhagem, levem convosco os vossos indispensáveis.

Escova Tangle Teezer: Tem sido indispensável para mim nas idas ao ginásio, porque é leve e prática e desembaraça o cabelo num instante, mesmo molhado.

Muda de roupa: Não se esqueçam de andar com uma muda de roupa interior (meias, cuecas e soutiã), dentro de uma bolsa específica para o efeito.

Saco para a roupa suja: Nem que seja um saco plástico de ir às compras, tenho sempre um saco para guardar a roupa que acabei de usar no ginásio, para que não fique em contacto com o resto que tenho dentro do saco.

Cadeado + Chaves: Clássico dos clássicos da Bárbara, sempre que regressa ao ginásio: Esquecer-se do cadeado, ou das chaves. Desde a última vergonha, aprendi a guardar sempre na bolsa de fora da mala do ginásio, de onde não sai mais.