No fim-de-semana passado, como já podem ter percebido pela quantidade de fotos que pus no Facebook e no Instagram, estive em Setúbal, a terra que me viu crescer, com a minha amiga Cristiana, do blog Salto Alto.

E foi no sábado, a propósito do nosso passeio pela baixa de Setúbal para ver as montras e a decoração que os comerciantes fazem pelas ruas fora, que decidimos ir visitar o Pepper Bistro. Como setubalense, já conhecia o conceito e vi-o nascer. Este é mais um projecto da Inês Colaço, também ela setubalense e com um jeito enorme para esta coisa dos restaurantes com conceitos originais.

Brunch no Pepper Bistro SetúbalDepois de já ter aberto o Três 15 Dias, a Inês abriu então, em plena baixa de Setúbal, o Pepper Bistro. Por fora, percebe-se logo que há ali um toque de requinte muito próprio que, quando nasceu este projecto, não se via muito na cidade. Mas, mais do que um exterior cuidado, que inclui uma esplanada, é no interior que está o maior impacto.

A Inês decidiu juntar alguns dos nossos melhores artistas para, de uma forma única, darem vida ao espaço. Nas paredes, podemos ver vários espelhos de todas as formas e feitios, as mesas foram todas elas restauradas e há pormenores incríveis em cada canto que tornam este espaço numa casa única. E, depois há a simpatia do staff. Fomos recebidas pela própria Inês, que nos explicou o conceito do espaço e o quão frescos são os alimentos, que são comprados por ela todos os dias.

Brunch no Pepper Bistro SetúbalAntes de atacarmos o brunch – porque estávamos já cheias de fome – a Inês deu-nos a escolher dois pratos quentes: panquecas americanas com salmão fumado e molho tzatziki ou  com requeijão e compota de framboesa. Eu escolhi a primeira opção (porque já conhecia a combinação destes dois ingredientes numa tosta simplesmente deliciosa que faziam no Três 15 Dias) e a Cris escolheu a segunda opção. Podia parecer um prato simples e banal, mas toda a composição do mesmo mostra que nada, mas mesmo nada, no Pepper Bistro é deixado ao acaso. Já para não falar na combinação dos dois ingredientes que, por cima das panquecas, são viciantes.

Brunch no Pepper Bistro Setúbal Brunch no Pepper Bistro SetúbalComemos, deliciadas, este primeiro prato enquanto punhamos a conversa em dia mas, na verdade, não tirávamos os olhos da mesa do brunch. Uma vez que este brunch é em buffet, lá fomos nós ver o que andava por lá. Quem me conhece, ou já segue o blog há algum tempo, sabe que não sou menina de comer doces. Esqueçam lá os bolos, as tortas e as bolachas e passem-me lá daí os rissóis, os croquetes e as empadas. Ou seja, deixei de lado a parte dos bolos, embora estivessem com um ar delicioso. Se os olhos comessem, tinha devorado ali umas fatias daquele bolo de chocolate.

Atrevi-me numa bruschetta deliciosa com carne e um molho de maionese com caril, uma fatia de quiche, fruta fresca, salada e um dos muitos pães e acompanhamentos que estavam dispostos pela mesa. Aos poucos, as pessoas levantavam-se e serviam-se nesta mesa que ia sendo reposta à medida que os pratos iam sendo feitos na hora.

Brunch no Pepper Bistro SetúbalComemos até não conseguirmos mais. Estava tudo tão delicioso e tão bem apresentado que não queríamos sair da mesa. Havia mesmo uma boa e apetitosa variedade de pratos, que iam dos quentes (como a bruschetta e a quiche) aos doces (como o bolo de chocolate), aos iogurtes com possibilidade de acompanhar com fruta da época e/ou cereais e granola. Enfim, muito por onde escolher para todos os gostos e idades. Era notória a satisfação da malta nova como nós, dos pais e dos filhos e das famílias que apareceram para provar o brunch.

Brunch no Pepper Bistro SetúbalApesar de não ter ponto de comparação, porque nunca tinha ido a nenhum brunch, não pude deixar de sentir um orgulhozinho sadino com a qualidade deste espaço. Adoro, mas adoro mesmo quando surgem conceitos destes na minha terra. Parece que, finalmente, Setúbal começa a dar mais passos na modernização e incorporação de conceitos que, lá fora, já se usam há anos. E louvo pessoas como a Inês, que ousam em avançar e implementar ideias originais, com bom gosto. E que se unem a outros tantos talentos da terra – neste caso, para desenhar e dar uma nova vida a uma decoração antiga.

Não posso, por tudo isto, deixar de vos deixar esta sugestão para um fim-de-semana que planeiem em Setúbal: brunch no sábado no Pepper Bistro. Vão, desfrutem da minha terra e do melhor que ela tem para oferecer. E parabéns, Inês e toda a equipa do Pepper Bistro, por este espaço de excelência.

Pepper Bistro

// Avenida 22 de Dezembro, 8 , Setúbal
// 265 094 924
// Das 10h30 às 18h30. Encerra ao domingo
// Brunch ao sábado, entre as 11h e as 15h30
// 15€ por pessoa