É costume, nesta altura do ano, fazer-se o “amigo secreto”. Seja dentro das empresas, nos grupos de amigos ou até mesmo em família, é muito comum fazer-se um sorteio anónimo em que cada pessoa fica encarregue de oferecer um presente a outra pessoa, sem que ela saiba quem o vai oferecer. Há quem estipule um orçamento máximo para cada presente, há quem seja um mãos-largas. A verdade é que nem sempre é uma brincadeira fácil porque há quem decida, em certos “amigos secretos” que nem a pessoa que vai dar o presente sabe a quem vai oferecer. E isso é uma tarefa especialmente difícil quando há homens e mulheres à mistura. Mas acredito que estas sugestões sejam uma boa ajuda.