O canal História preparou, mais um ano, um desafio a três grandes chefs portugueses, Kiko Martins, Miguel de Castro e Silva e Pedro Almeida, para recriarem a refeição da Última Ceia. Este ano tive a oportunidade de provar em primeira mão este menu, no restaurante O Talho e quero partilhar convosco esta iniciativa e também o próprio espaço, localizado em pleno São Sebastião.

Restaurante O Talho1Quando subimos as escadas do nº1 da Rua Carlos Testa, damos de frente com uma recepcionista que nos encaminha para a entrada. A primeira paragem é um talho gourmet, onde se encontram, embalados, hambúrgueres de vários tipos e outras iguarias como sal aromatizado. Mas não foi aqui que nos foi servida a refeição temática. Fomos encaminhados para uma segunda sala, cuja entrada discreta se encontra por detrás de umas cortinas escuras. Uma vez passadas, entramos num ambiente ainda mais acolhedor: pouca luz, um ar rústico e um staff altamente prestável que nos acompanhou toda a refeição.

Restaurante O Talho4Começámos com os aperitivos, com paté de fígado, pasta de tomate seco e manteigas caseiras para comer com diferentes tipos de pão, acompanhando com água servida numa garrafa, no mínimo, original.

Restaurante O Talho3

Restaurante O Talho CevichePassámos para a entrada, que nos foi sugerida à chegada: um cheviche de peixe branco marinado em lima, simplesmente delicioso. É acompanhado de um puré de batata doce, que termina em cheio com uma fatia de batata doce frita em cima. Para beber, foi-nos sugerido um fresco e leve vinho branco.

Restaurante O Talho5O prato principal foi este que podem ver na imagem acima: um rolo de cabrito acompanhado de açorda com frutos secos da época (como as tâmaras) e puré de beterraba. Confesso que não me lembro da última vez que comi cabrito, mas soube-me muito bem voltar a saborea-lo. A carne estava extremamente tenra e a mistura com a açorda é divinal, especialmente para mim, que tenho uma costela alentejana e que adoro as açordas (a.k.a. migas). Teria ficado bem por aqui, especialmente porque acompanhámos com um delicioso tinto da casa, mas ainda faltou a sobremesa.

Restaurante O Talho7Para terminar em grande estilo, cada uma de nós pediu uma sobremesa diferente. Um pedi Torrão com Frutos Vermelhos, enquanto que a minha amiga pediu um Crumble. Comecemos pela minha sobremesa… Bem, que saudades que eu tinha de frutos vermelhos, ainda para mais assim frescos e suculentos! Vinham com um creme de chantilly, suspiros e torrão. A sério, que coisa boa…

Restaurante O Talho6E quanto ao Crumble, é destinado aos amantes de amendoim, composto por flan de doce de leite argentino, gelado de manteiga de amendoim e crumble, e apontado como A sobremesa da casa.

Em suma, saímos bastante satisfeitas d’O Talho, supreendidas pelas diferenças de sabores entre cada prato. Não sei se na altura da Última Ceia eles comiam assim tão bem, mas de facto estas receitas parecem ter precisado de longos anos de aperfeiçoamento. Os parabéns ao canal História pela iniciativa, e ao chef Kiko pelos deliciosos pratos. Espero voltar em breve para provar outros pratos que me ficaram ‘atravessados’:

Restaurante O Talho2