The Body Shop Spa of the World

Lembram-se de, há uns tempos, vos ter mostrado umas imagens aliciantes sobre algumas das novidades da The Body Shop? Pois bem… Hoje venho falar-vos sobre os três produtos da linha SPA OF THE WORLD que, na altura, recebi para experimentar. São eles o esfoliante African Ximenia Scrub, o hidratante Japanese Camelia Cream e a argila Moroccan Rhassoul Body Clay.

Tal como o nome desta linha indica, ela foi pensada para proporcionar uma experiência de SPA em casa. Cada vez mais vivemos a um ritmo alucinante e, sem nos apercebermos, deixamos de nos mimar como bem merecemos – incluindo a nossa pele, que todos os dias precisa de ser cuidada. E, convenhamos… quem é que não gosta de ir ao SPA? Pois… o problema é que ou nos falta tempo ou dinheiro. Foi, então, um pouco a pensar nisto que a The Body Shop lançou esta linha incrível já em Agosto e que introduz ingredientes de todo o mundo para nos proporcionar experiências sensoriais completamente diferentes sem sair de casa.

Para além dos cheiros, texturas e resultados sobre os quais vos vou falar a seguir, vale bem a pena referir a diferença no design das embalagens. Esta linha tem, em todos os produtos, um packaging que, visualmente, nos remonta automaticamente para um produto premium, de luxo. E é o que são, de facto. Mas vamos lá então, um a um, conhecer o meu ritual com o SPA OF THE WORLD.

African Ximenia Scrub

Japanese Camelia Cream - The Body Shop Spa of the WorldComecemos pelo primeiro passo do meu ritual de SPA. Para fazer uma limpeza a fundo, gosto de fazer uma esfoliação no banho pelo menos uma vez por semana. Como ele é, de facto, um produto de luxo, tenho-o usado apenas em momentos especiais – sabem aqueles dias em que chegamos a casa e que sentimos que precisamos de um mimo e de um momento a sós? É mesmo nesses dias.

Ele é um esfoliante muito eficaz, mas não é de todo muito agressivo na esfoliação. Para esse efeito existe, na mesma linha, a do Mar Morto. Este, contudo, é inspirado na árvore africana Ximénia, conhecida por ser a “árvore da vida” que é rica em óleos.

African Ximenia Scrub (2) - The Body Shop Spa of the WorldComo tal, este African Ximenia Scrub acaba por hidratar ao mesmo tempo que remove as impurezas, com uma textura mais espessa devido a esta propriedade hidratante. A pele fica mais lisa e mais suave só pela sua utilização, quase (quase!) que dispensando um hidratante a seguir. Quanto ao cheiro, é adocicado e não muito intenso o que, para mim, está no ponto.

Moroccan Rhassoul Body Clay

Moroccan Rhassoul Body Clay - The Body Shop Spa of the WorldAinda no banho, já experimentei a argila reafirmante Moroccan Rhassoul Body Clay. Esta argila, a segunda da linha (também existe a Himalayan Charcoal Body Clay, com ingrediente principal o carvão), é rica em minerais. Para além disso, dizem que é boa para a celulite também, uma vez que reafirma a pele. Quanto a isso ainda é cedo para vos falar, porque tenho sentido diferenças também mas é derivado à minha alimentação ter mudado e ter cortado com os refrigerantes mas a sensação é muito diferente de qualquer outro creme.

Já tinha usado argila no rosto para me secar algumas borbulhas que aparecessem pontualmente mas, no corpo, é mesmo outra coisa. Apesar de esta argila dever ser aplicada com o pincel Body Mask Brusk com movimentos longos, eu acabei por espalhar com as mãos na zona das pernas, rabo e barriga. O resultado não é tão profissional e tão digno de um SPA mas pronto, é o que temos.

O objectivo com esta argila é deixa-la secar, coisa que demora cerca de 10 minutos. Normalmente, durante este tempo de espera, deixo a máscara do cabelo actuar descansadinha e espero até sentir a pele a repuxar – é sinal que a argila começa a secar. É, então, nessa altura que me passo por água – se possível não muito quente – e que dou por terminada a segunda fase do meu ritual de SPA. Neste momento, a minha pele já parece outra, mas o processo não pode terminar por aqui.

Japanese Camelia Cream

Japanese Camelia Cream - The Body Shop Spa of the WorldNenhum ritual de pele fica perfeito sem um bom hidratante, e é aí que chega a vez do Japanese Camelia Cream. Há vários hidrantes – e com cheiros incríveis – nesta linha SPA OF THE WORLD. No entanto, tenho de reconhecer que fiquei mesmo contente quando vi que o nosso presente ia ser com o Japanese Camelia Cream porque foi o aroma que mais me agradou por ser adocicado sem ser enjoativo.

Mais do que um hidratante, é uma manteiga corporal. Ou seja, é mais espessa do que um creme hidratante mas, também, proporciona uma hidratação mais intensa à pele. Mas não se assustem porque não é demasiado espessa. Pelo contrário, derrete quando aplicada na pele e espalha-se com muita facilidade, deixando um cheirinho óptimo na pele.

Resumindo… Este é o meu ritual de SPA para quando preciso de boas energias e coisas boas, para quando preciso de me mimar, para quando me apetece e sabe-me sempre tão bem. É tão bom darmos atenção a nós próprias e, quando o fazemos, parece que o nosso corpo agradece. Consigo dormir sempre melhor depois deste pequeno ritual e é por isso que o faço sempre antes de ir dormir.

Sem dúvida, produtos de luxo a um preço mais acessível na nossa casa, com embalagens grandes e apelativas, ingredientes diferentes, sensações merecidas e uma colecção incrível da The Body Shop que vale a pena explorar. Descobri aqui alguns dos presentes que vou oferecer este Natal – e outros que vou pedir, também… Quem já experimentou algum dos produtos desta linha? Até lá, não se esqueçam de experimentar a linha Oils of Life, que é incrível também e que chegou agora às lojas!