Vivafit

Regressei ao ginásio e o escolhido foi o Vivafit da Estefânia. Quem me segue no Instagram viu a novidade em primeira mão (quem ainda não me segue no Instagram, está na hora).

Ter lançado o Criar Um Blog deixa-me em extâse, mas passo ainda mais horas sentada. Sinto que me canso mais rápido a fazer esforços mínimos pelo facto de ter deixado de fazer desporto regularmente. E, aliado a só andar a comer porcaria, ganhei algum volume corporal.

Está na hora de fazer mudanças. Acabou-se a Páscoa, acabaram-se as desculpas. O bom tempo está a vir e eu prefiro investir numa alimentação mais equilibrada e em exercício físico do que andar cheia de complexos quando chegar a altura de pôr os vestidos e os calções.

Vivafit convidou-me a embaixadora do ginásio e eu, babadona, aceitei de imediato. Mais um argumento de força para não me baldar e arranjar desculpas para faltar. Mas não foi só por isso. Confesso que o ambiente de ginásios, como mulher, me deixa um pouco desconfortável. E isso fez, inclusive, com que deixasse de frequentar alguns espaços a algumas horas. Acredito que muitas de vocês conheçam a sensação. Isso e a “agressividade” dos PT’s que, constantemente, tentam impôr os seus serviços. Eu compreendo que estejam a tentar fazer o seu trabalho e a ganhar o dinheirinho deles, mas é chato eu querer estar descansada numa passadeira a levar, de 5 em 5 minutos, com um PT diferente a querer vender os seus serviços. Back off!

Foi, acima de tudo, por isso que aceitei o desafio do Vivafit. Porque o conceito de um espaço para mulheres me deixa muito mais confortável. Porque todas as aulas são pensadas nas exigências do corpo da mulher e porque o acompanhamento é muito mais próximo. Essa proximidade entre o staff e as suas sócias é um elemento decisivo, muitas vezes, no momento de ganhar coragem para levantar o rabo do sofá e ir treinar. Porque sabemos que temos lá alguém à nossa espera, a “controlar-nos” e a incentivar-nos.

Comecei esta semana com uma aula de Burn It e, minhas amigas, doeu. Doeu muito. Aquele tipo de dor de quem já não mexia as pernas há meses. E aqueles músculozinhos que nem me lembrava que tinha. 30 minutos à séria para queimar calorias que me deixaram estafada, mas contente por ter ido e recomeçado. Trabalhei rabo, pernas e abdominais e foi fantástico. Especialmente porque a professora ia várias vezes acompanhar os exercícios junto de cada uma de nós.

Estou ansiosa por experimentar mais aulas e vir-vos contando tudinho, todos os meses.

Alguma de vocês está a frequentar o Vivafit? Qual é a vossa aula preferida?