Maquilhagem Cruelty Free The Body Shop

As mulheres gostam de maquilhagem. Quase todas, vá. É algo que nos faz sentir mais bonitas e confiantes para enfrentar o mundo como só nós sabemos. No entanto, a indústria da beleza, no geral, para produzir aqueles produtos que tanto gostamos, testa em animais inocentes.

Esta é uma realidade dolorosa que ainda ocorre em pleno século XXI e ainda há muitas marcas “grandes” que não se tornaram cruelty-free. Que é como quem diz, que ainda não deixaram de testar em animais. Será longa e penosa a jornada que vai levar ao fim dos testes em animais mas quero ser optimista e acreditar que estamos no bom caminho, especialmente porque há marcas muito conceituadas que estão a fazer um esforço enorme nesse sentido.

Uma delas é a The Body Shop que, se há uns anos era especialmente conhecida pelos seus maravilhosos produtos de corpo (quem é que não conhece as suas icónicas manteigas corporais?), actualmente apresenta produtos de maquilhagem fantásticos que estão a ganhar fãs em todo o mundo – incluindo eu!

Eu sei que uso (e falo) sobre muitos produtos de beleza que são testados em animais. Mas estou, também eu, a caminhar no sentido de encontrar produtos cruelty free que sejam igualmente eficazes. É por isso que hoje vos trago uma maquilhagem muito simples, como eu gosto, apenas com produtos “amigos dos animais”, da The Body Shop.

Maquilhagem Cruelty Free The Body ShopComecei por aplicar a base Fresh Nude Foundation, na cor 026 Fiji Sand, em todo o rosto. A base, que tem FPS15, é líquida e bastante fluída, sendo muito fácil de espalhar pela pele. É absorvida rapidamente e deixa um ligeiro brilho que, com um pó compacto, podem facilmente remediar. O acabamento é muito natural, não deixando aquela sensação de exagero de base. Pelo contrário, disfarça um pouco as imperfeições mantendo a pele hidratada – pelo menos eu não senti a pele a repuxar nas horas seguintes. Para as interessadas, esta base é adequada a peles sensíveis, como eu.

PVP: 22€

Maquilhagem Cruelty Free The Body ShopPassei para os olhos com a palete Down to Earth. Este quarteto de sombras, como o nome indica, tem tons terra que ficam particularmente bem em morenas.  As sombras podem ser usadas em separado ou em simultâneo, para criar um efeito esfumado mais ou menos carregado, consoante o gosto da freguesa. Como estava a maquilhar-me num local com má iluminação, achei que as sombras não tinham muita pigmentação mas, quando acendi as luzes, percebi que estava redondamente enganada. Gostei particularmente dos dois tons com brilho, que contrastam com os matte. A palete vem com um espelho embutido na embalagem para que possamos retocar a qualquer momento.

PVP: 20€

Maquilhagem Cruelty Free The Body ShopFinalizei com o batom Matte Lip Liquid no tom 026 Goa Magnolia. Estes batons líquidos matte são um verdadeiro must-have. A aplicação é bastante prática e a pigmentação é realmente incrível. Para além disso, tem uma fragrância deliciosa a algo que me parece pastilha elástica de framboesa (perdoem-me, sou péssima a descrever cheiros). São batons de longa duração que, apesar de serem mate, não secam nem repuxam os lábios, nem com o avançar das horas. Estou muito curiosa para conhecer as outras tonalidades (penso que sejam 12 ao todo), especialmente os nude, a minha perdição.

PVP: 9€

Maquilhagem Cruelty Free The Body Shop Maquilhagem Cruelty Free The Body Shop Maquilhagem Cruelty Free The Body Shop

E que tal? O que acharam do resultado final? Já utilizam maquilhagem cruelty-free? Quais são as vossas escolhas?