Lagom – A arte sueca para uma vida equilibrada

Há muito tempo que se fala sobre o LAGOM, um conceito trazido pelo povo sueco, considerado um dos povos mais felizes do mundo. À letra, lagom significa algo que não é de mais, nem de menos – é a quantidade exacta. Para os suecos, este ponto de equilíbrio vive-se em todos os aspectos da sua vida, e isso torna-os pessoas mais felizes.

Quis saber mais sobre este conceito. Afinal, quem é que não quer ter uma vida mais feliz? Talvez mais simples, mais “q.b”? Eu sim, e comecei a ler o livro “Lagom – A arte sueca para uma vida equilibrada” e adorei.

Não se trata de um livro de histórias daqueles que me prende do início ao fim, mas é muito interessante perceber como a cultura sueca tem este conceito aplicado em tudo, desde as relações amorosas à decoração da casa. Fala-se sobre tantos pormenores que me deixou a pensar que, se calhar, andei a fazer tudo errado durante estes anos todos.

Para os suecos, parece tudo muito fácil. É comum poder sair-se do trabalho mais cedo quando as tarefas ficaram concluídas. Quem é que faz isso em Portugal sem que os chefes e os colegas fiquem a falar mal de nós? Ninguém. É comum faz-se pausas no trabalho para tomar algo e conversar, para depois regressar em força às tarefas. As férias são mais simples e, geralmente, incluem natureza. Até a forma de vestir é mais descontraída e adaptada mais ao estado do tempo do que às tendências, e há lá coisa melhor do que pessoas que se sentem bonitas, confiantes e confortáveis?

No fundo, para este povo, o importante são as pessoas. O tempo passado em família e o conforto. Eu, quando penso em lagom, penso no meu sofá. Penso em mim deitada, com a lareira acesa, enrolada numa manta a beber um chá e a ver um filme junto dos meus amores, com a chuva a cair lá fora. Lagom é quase um estado de espírito onde nos sentimos bem connosco mesmo e com o que nos rodeia. Mas não é um estado de conformismo em que aceitamos apenas aquilo que a vida nos dá. Não é bem isso. Podemos ser lutadores e trabalhadores, mas sabemos parar e desfrutar dos momentos e das pessoas. Isso também é lagom.

Neste livro fala-se sobre o trabalho e a vida privada, a comida, o design e a moda, a saúde, a socialização e a relação com o ambiente.  Por isso é que o “Lagom – A arte sueca para uma vida equilibrada” é uma boa sugestão de leitura para quem procura inspiração para uma vida mais simples e mais feliz.