garrafa bobble e jarro bobble

Não é novidade aqui nem em lado nenhum que temos de reduzir o consumo de plástico. É urgente. É obrigatório. E cabe a todos nós implementarmos as mudanças, por mais pequenas que sejam, no nosso dia-a-dia.

Tendo um blog, e sabendo que qualquer pessoa pode encontrar o que escrevo e partilho, sinto uma responsabilidade acrescida para “praticar” o bem. Acredito que todos nós temos o poder de influenciar quem nos rodeia, especialmente se tivermos uma plataforma online como um blog. Não criei o Living in B’s Shoes com o objectivo de ganhar maquilhagens ou ir a eventos. Criei-o pelo prazer que me dá escrever e um desejo um pouco utópico de mudar o mundo (ou de criar uma pequena mudança positiva no mundo de alguém).

É por isso que vos estou a falar, mais uma vez, sobre a redução do consumo de plástico. Lá em casa consumimos plástico aos pontapés. Todos os dias compramos mais do que uma garrafa de água e tenho sempre o carro a abarrotar de garrafas. Percebi que isso tinha de acabar urgentemente. Quando parei um pouco para pensar, decidi que ia ter de voltar a adquirir uma garrafa com filtro e um jarro com filtro lá para casa. E porquê? Aqui ficam mais alguns motivos:

1 – Para parar de carregar garrafões de água para casa. Morar numa casa com escadas faz com que seja muito chato (e penoso) andar a carregar garrafas e garrafões de água para cima e para baixo. Se podia beber água da torneira? Podia, mas o sabor a ferro é muito intenso e não gosto.

2- Poupar dinheiro. Parecendo que não, compramos muitas garrafas de água. Muito mais que os garrafões, que até são mais baratos. Ainda assim, a poupança ao final do ano dá para comprar vários filtros e ainda sobra, acreditem. Isto considerando que cada garrafa de água de 1,5 litros num café é, pelo menos, 1 euro e que estava a comprar, só eu, 1 garrafa por dia.

3 – Evitar o consumo excessivo de plástico. É óbvio que deixando de comprar centenas de garrafas de água por ano, estou a reduzir e muito o consumo de plástico lá em casa e no meu dia-a-dia.

Garrafas bobble

Foi por isso que decidi investir, novamente, em produtos bobble, especialmente nas garrafas bobble.

Mas agora é a parte em que dizem: “Ok, isso é tudo muito bonito mas tanto o jarro como a garrafa que agora usas são de plástico”. Certíssimo… A diferença entre o plástico das garrafas bobble e o plástico das garrafas de água que se compram no supermercado é enorme. Primeiro, as garrafas de água não foram feitas para serem reutilizadas. É por isso que, depois de as voltarem a encher notam, horas depois, que o sabor está esquisito. Já a bobble é feita com um tipo de plástico reutilizável, que pode inclusive ser lavado na máquina. É um objecto de plástico, sim, mas que é suposto durar muitos anos! Aliás, não é a minha primeira bobble sequer. Já tinha comprado uma há alguns anos e só deixei de a usar porque a perdi ou a parti, nem me recordo bem. Mas sei que a usava todos os dias no escritório e foi a melhor coisa que podia ter feito.

A bobble é uma marca americana que surgiu em 2010 de forma a “reduzir o desperdício proporcionado pelas bebidas descartáveis de utilização única, criando soluções de bebida reutilizáveis”. De certa forma, quiseram reinventar o conceito da água engarrafada que, na altura, ainda não tinha implementação no mercado. Para a bobble, era necessário criar uma garrafa reutilizável e resistente. Foi o que conseguiram, em conjunto com o designer Karim Rashid, responsável pelo design da garrafa que a torna única, leve e funcional. E foi assim que me conquistaram a mim e, espero, que vos conquistem a vocês no final deste post.

A garrafa bobble infuse

garrafa bobble infuseAntes comecei com a bobble tradicional. Hoje, já há novas versões das garrafas bobble e foi por isso que decidi experimentar a Infuse, pela possibilidade de beber água aromatizada. Não é o meu caso mas há quem sinta dificuldade em beber água ao longo do dia. Quando isso acontece, há quem recomende que se coloquem alguns alimentos na água para dar sabor. Limão, canela, gengibre, hortelã, frutos vermelhos, etc. Quase tudo faz sentido no momento de aromatizar a água para que nos obriguemos a consumir mais ao longo do dia. Uma bobble normal, como tem o filtro fixo no gargalo, não permite que se coloquem alimentos dentro da garrafa, sob pena de a estragar. Mas a Infuse permite que retiremos o filtro de carbono e, aí sim, consigamos beber água aromatizada à vontade. Pessoalmente, gosto muito de colocar uma rodela de limão ou gengibre ou até mesmo folhas de hortelã. E, se a água estiver fresca, sabe ainda melhor. Fica a sugestão para quem gostar de águas com sabores, porque a bobble Infuse permite que se use das duas formas: para filtrar a água ou para a beber aromatizada. O único “senão” que lhe aponto é não vir com uma caixinha onde possamos colocar o filtro caso não o queiramos o usar. Mas isso conseguimos remediar facilmente com papel-prata ou semelhante.

Com o filtro, a garrafa bobble Infuse funciona como todas as outras bobbles: filtra o sabor e o odor a cloro. Tenho reduzido drasticamente a compra de garrafas de água desde que recebi esta bobble, porque a água da torneira passou a deixar de ter aquele sabor metalizado que me deixava semi-maldisposta.

O filtro da bobble Infuse é o equivalente a 300 garrafas de água e o seu material é muito flexível e resistente, por ser feito de Tritan®. Já a boca da garrafa é larga o suficiente para que caibam a maioria dos cubos de gelo. É livre de BPA e pode ir à máquina de lavar louça (sem o filtro, claro!).

Em um mês, já devo ter poupado mais de 30€ em garrafas de água e, pelo menos, 30 garrafas de litro e meio (fora as pequeninas que comprava para desenrascar). 

– Capacidade de 590 ml

– Preço: 19,99€

– Preço do conjunto de 2 filtros: 9,99€

Onde comprar a bobble Infuse:

O jarro bobble

jarro bobbleO jarro é em muito semelhante à bobble normal, com a diferença de receber muito mais água. O seu filtro também é o equivalente a 300 garrafas de água.

Depois de colocarmos o filtro, basta ajustarmos num anel que existe no filtro qual o mês onde nos encontramos, para irmos controlando o consumo (devemos ir mudando a cada dois meses, mais ou menos, consoante o consumo de água que fazemos através do jarro. Se consumirmos muito, deve ser menos tempo). Depois, é ir deixando a água cair em cima do filtro e esperar que ela filtre para dentro do jarro.

Vale muito a pena pelo facto de deixar de comprar garrafas e garrafões para ter em casa. Aliás, o jarro é muito leve e fácil de transportar (até os miúdos pegam no jarro e servem-se à vontade). E como é estreito, cabe facilmente no frigorífico, o que significa que passámos a ter água fresquinha e filtrada sempre que quisermos. Hurray!

– Capacidade de 2 litros

– Preço: 19,99€

– Preço do filtro: 8,99€

Onde comprar a bobble Infuse:

Como usar uma bobble pela primeira vez?

Tanto o jarro como a Infuse (e qualquer outro produto bobble) não pode ser usado assim que é comprado. Isto é, necessita que o filtro seja usado uma primeira vez para ser quase como que “lavado”. Só depois é que os produtos estão prontos a ser usados com segurança.

No caso do jarro, em particular, o filtro deve ser submergido dentro de água durante 12 minutos e só depois encaixado no jarro. Já na garrafa, basta enche-la, colocar o filtro e, de seguida, aperta-la até sair toda. desta forma, o filtro fica pronto a usar. Em ambos os, o jarro e a Infuse, largaram coisinhas pretas, que fazem parte do filtro de carbono. Seguindo as instruções à risca, assim que fiz esta lavagem, ficou tudo operacional para começar a usar.

Como podem ver, são produtos que, para além de darem bastante jeito no dia-a-dia, são uma excelente forma de poupar dinheiro a médio-longo prazo e de contribuir para o menor consumo de plástico. A qualidade dos produtos melhorou desde que comecei a ser consumidora há uns anos. E sei de fontes seguras que novos produtos continuarão a chegar, cada vez mais direccionados para esta questão fulcral de redução do plástico na nossa vida.

Quem mais já tem uma garrafa bobble ou jarro bobble? Gostariam de experimentar uma?