BsRoadToFit

Ontem foi dia de consulta de nutrição.

Estava de nervos em franja. Tenho dormido pouco – e mal. Tenho tido imensos stresses a nível pessoal e profissional e toda a gente sabe que a estabilidade é fundamental para que qualquer dieta corra bem. Acrescentem a isto o TPM e os seus terríveis efeitos secundários (vocês, ladies, eu sei que me compreendem) e estão a imaginar o cocktail explosivo dos meus últimos dias.

Ainda assim, o pior já passou e tudo está, finalmente, a encaminhar-se normalmente. Mas, por tudo isto, pensei que a consulta fosse correr pior.

Confesso-vos a vocês o que confessei à minha nutricionista: pensei que fosse mais fácil manter o foco. Apesar de ter objectivos muito concretos, nem sempre é fácil manter a determinação em jantares de família ou eventos sociais. O truque, pelo que estou a perceber, é planear a alimentação da semana muito bem, desde o almoço ao jantar, sem esquecer os lanches durante o dia. É mesmo muito importante ir lanchando para que não estejamos mais de 3 horas sem comer. Sei que é aquele senso comum mas dei por mim a ficar tardes inteiras sem lanchar e, depois, esganada de fome à hora do jantar, tornava-se ainda mais difícil resistir às tentações. Para terem uma noção, tive de colocar lembretes para não me esquecer de lanchar. E, para isso, o meu calendário semanal de alimentação tem sido muito importante. Aqui fica o exemplo de um dos meus calendários – que tento sempre cumprir à risca:

SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO DOMINGO
PQ. ALMOÇO  2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde   2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde   2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde   2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde   2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  Omolete (2 ovos + 1 fatia de queijo light) + Chá Verde   Omolete (2 ovos + 1 fatia de queijo light) + Chá Verde
ALMOÇO  Bife de perú no forno + salada de alface  1 posta de salmão grelhado + salada de alface  Bife de perú grelhado, temperado com pimenta e alho + salada de alface  Pota à lagareiro + Salada de pepino  2 Mini Quiches de salmão, camarão, mexilhão e delícias do mar (sem massa) + Salada  Hambúrguer de Oopsies c/ hambúrguer de carne de vaca grelhado, alface e fatia de queijo light  2 Mini Quiches de salmão, camarão, mexilhão e delícias do mar (sem massa)+ Salada
LANCHE 1  2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  1 fatia de pão Shape c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  4 rolos de fiambre c/ Philadelphia Light + Chá Verde  1 fatia de pão Shape c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  1 Babybell Light + 10 Azeitonas  1 fatia de pão Shape c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde
LANCHE 2  1 Babybell Light  1 Ovo cozido  1 Babybell Light + 5 Azeitonas 1 Ovo cozido  Pepino recheado com fiambre de frango + Philadelphia Light  2 oopsies c/ Philadelphia Light e 1 fatia de fiambre + Chá Verde  Pepino recheado com fiambre de frango + Philadelphia Light
JANTAR  Bife de perú no forno + salada de alface 4 rolos de fiambre c/ Philadelphia Light + 10 Azeitonas pretas  Salada de salmão fumado, ovo cozido, 5 azeitonas, pepino e delícias do mar  4 rolos de fiambre c/ Philadelphia Light + 10 Azeitonas pretas  Hambúrguer de Oopsies c/ hambúrguer de carne de vaca grelhado, alface e fatia de queijo light  Bife de perú grelhado, temperado com pimenta e alho + salada de alface  Salada de salmão fumado, ovo cozido, 5 azeitonas, pepino e delícias do mar

Uma das coisas que tenho abusado mais nestas semanas, para manter a energia e algo que gosto realmente, é o consumo de Coca Cola Zero. Ainda assim, estou a fazer um esforço por reduzir a sua ingestão, uma vez que dilata o estômago e prejudica no meu objectivo de acabar com a celulite. Às refeições, estou a tentar beber apenas água ou um chá verde – sim, um chá quente.

Posto isto, posso-vos dizer que a minha nutricionista foi absolutamente compreensiva. Reconhecemos os meus erros, sabemos onde errei e, agora, é retomar o foco. Mas, quando me tirou as medidas e me pesei (já vou nos 65, YEY!) ficou surpreendida pelos resultados. Afinal, apesar das asneiras que cometi, continuo a reduzir volume e peso!

E porquê? Porque tratamentos da Body Concept têm sido absolutamente determinantes nos meus resultados. O tratamento redutor – que cada vez me custa menos, juro! – e a endomassagem – que agora até me sabe bem – foi aquilo que me permitiu, mesmo com aquelas asneiras que cometi, não retroceder e não ganhar mais centímetros.

Bem pelo contrário, até consegui descer um número e sinto-me cada vez mais confiante! Pela primeira vez, usei uma saia S da Zara (wwwwhhhaaaattttt?!?!) e isso, para mim, foi uma verdadeira conquista. Sim, aquela saia plissada que vêm na fotografia acima, é um S. Já vos tinha falado, na semana passada, do quão motivador é ver as fotografias do antes e do depois. Mesmo que na balança a descida de peso não seja vertiginosa, a perda de volume está à vista e é o que realmente me deixa feliz e satisfeita. E este fim-de-semana fui à procura de calças para substituir umas antigas que estavam gastas e a sensação de conseguir caber num tamanho abaixo e de gostar de me ver em peças mais justas, é muito gratificante.

Sinto que mesmo que não perca os 8 quilos que tinha em mente, se perder apenas mais uns centímetros, fico exactamente como gostaria. Fica só a falta, depois, trabalhar o corpitcho para que não fique tão flácido e para que o rabiosque fique subidinho e as pernas mais rijas. Para além disso, sinto-me bastante mais leve desde que iniciei a mudança na minha alimentação, e nunca mais voltei a ter as dores de estômago que andava a ter e que me incomodavam tanto.

Não sei como vou estar no dia 10 de Abril, altura em que quero dar por concluída esta fase mais “agressiva” da #B’sRoadToFit mas garanto-vos que, até lá, não vou desistir de continuar a fazer as melhores escolhas alimentares e não vou faltar a um único tratamento.