8 erros que não podes fazer se queres emagrecer

Chega a esta altura do ano e todas queremos perder o quilinhos a mais. No fundo, compensar em poucos dias as asneiras que andámos a fazer em todos os meses de Inverno. Só que esta nossa quase “obsessão” pela perda de peso faz-nos cometer erros que comprometem o sucesso desta jornada. Aqui ficam alguns dos erros que não podes fazer se queres emagrecer – todos eles já cometidos por mim mesma.

8 Erros que não podes fazer se queres emagrecer

Estabelecer objectivos irreais

Falo por mim. Tenho tendência a dizer que quero perder logo 10kgs, 10cm de volume abdominal e tudo mais em menos de 2 meses. Essas metas irreais que coloco na minha cabeça acabam por me desmotivar em vez de motivar. Mais vale estabelecer planos mais longos mas que acabem por ser mais fáceis de cumprir e, portanto, mais motivadores.

Comer pouco

Sempre ouvimos dizer que para emagrecer é preciso “fechar a boca”. Mas calma! Ninguém disse que iam ter de deixar de comer de todo, ou comer migalhas durante o dia. Devemos “fechar a boca” àquilo que nos faz mal e controlar as quantidades, mas apenas isso. Não caiam no erro de comer muito pouco porque podem inclusivamente sentirem-se mal.

Focar excessivamente no peso

Este é um erro muito comum e que eu própria estou sempre a cometer. Por muito que queiramos ver o peso a descer na balança, se conjugarem a alimentação saudável com a prática de muito exercício físico, é normal que comecem a aumentar a massa magra (os músculozinhos) e isso reflecte-se também num aumento de peso. Acima de tudo, o que importa é que se comecem a sentir melhor, quer isso sejam muitos ou poucos quilos na balança.

Fazer uma dieta aleatória

Há várias dietas que podemos consultar na internet, em livros e até por nutricionistas. Quantas vezes pedi às minhas amigas para me contarem as suas dietas e as tentei reproduzir? O problema é que uma boa dieta (ou reeducação alimentar) deve ser personalizada para que funcione. Cada organismo é um organismo. Cada corpo é um corpo e cada uma de nós tem ritmos, gostos e vidas diferentes. Uma boa dieta é aquela que é feita à medida das nossas necessidades. Essa é aquela com a qual vamos conseguir viver uma vida inteira.

Dormir pouco (e mal)

Para quem trabalha por turnos e tem sonos desregulados, é uma tarefa complicada. Mas, para se perder peso, é preciso dormir. São óptimas notícias para mim, que adoro dormir. É que uma boa noite de sono ajuda a regenerar as células.

Ter as tentações por perto

Sejam elas quais forem para vocês (doces, salgados, fritos), o ideal é manter tudo o que seja tentação longe de nós. Já sabem – longe da vista, longe da pança (gostaram da adaptação?). Quando temos aquele petiscozinho calórico que tanto gostamos por perto, é normal que a tentação seja maior e que cometamos o pecado. Concordam?

Jantar muitas vezes fora

Eventos sociais são todo um drama para quem quer manter a linha. Nos jantares de família e amigos é sempre difícil encontrar soluções adequadas aos nossos objectivos. Quem é que consegue resistir a uma boa sangria? A pãozinho torrado com manteiga? A batatas fritas? A tantas iguarias que se nos aparecem nos jantares sociais? Eu não e, por isso, o melhor mesmo é manter-me afastada.

Cortar os hidratos de carbono por completo

Este foi um erro que cometi numa das várias dietas que fiz. Claramente que comecei a perder volume mas, mal voltei a comer os hidratos (porque acho que ninguém vive totalmente sem hidratos de carbono), voltei a engordar tudo e muito mais. Estes meninos fornecem-nos energia, coisa que todos nós precisamos. Basta é sermos mais regrados na ingestão do pão, massa, arroz e afins. Menos quantidade acaba por nos dar muita energia à mesma e ter um menor valor calórico.