Be-Slim Living in Bs Shoes

Como sabem, estou a ser acompanhada pela Be-Slim desde o final de Setembro, e há tanto para vos dizer sobre este serviço que, às vezes, nem sei por onde começar a responder às perguntas que me fazem. Por isso, hoje o tema são 5 motivos pelos quais vale a pena escolher a Be-Slim para perder peso. Pelo menos, são apenas 5 dos motivos que encontro e que considero mais relevantes, mas acreditem que há muitos mais.

O plano personalizado

No início de cada acompanhamento, é feito um plano personalizado. É-nos perguntado de tudo um pouco sobre a nossa vida, desde o tipo de trabalho que temos, ao tipo de comida que gostamos. É, então, com base nisso, incluindo nos nossos gostos, que é feito um plano que devemos seguir e que considera, igualmente, o nosso objectivo final em termos de peso e massa gorda/magra. Cada caso é um caso, cada pessoa tem um objectivo, pelo que não vão ter um plano igual ao de outra pessoa. Por exemplo, eu faço bastante retenção de líquidos e isso está contemplado na minha “dieta”.

O ajuste às necessidades de cada cliente

Tenho falhado em vários momentos deste meu percurso com a Be-Slim. Nem sempre tive a força necessária para recusar convites para jantares ou eventos sociais que envolvam petiscos, nem sempre tive o estado psicológico no sítio para tentar não me enfardar de comidas fora do plano. No entanto, quando deslizo e quando já devia ter baixado mais o peso, a nutricionista que me acompanha, depois de me dar na cabeça, faz-me um re-ajuste do plano para combater os excessos e para tentar remediar os danos que causei à minha situação. Não, isto não é um incentivo a que façamos asneiras, mas sim uma maneira de nos ensinar, progressivamente, que mesmo quando cometemos um deslize (common, somos todos humanos e todos, de vez em quando, vamos dar facadas nas nossas dietas e alimentação saudável, caso contrário nem éramos felizes) podemos colmatar um pouco o excesso. E, se entretanto descobrir um alimento que gosto mais do que outro, posso ver com a nutricionista qual a forma de o encaixar na minha alimentação de forma a manter uma alimentação saudável mas, ao mesmo tempo, comer o que gosto.

O acompanhamento diário de uma nutricionista

Falando em nutricionistas, sou diariamente acompanhada pela Sara Frija, nutricionista na Be-Slim. Todos os dias preencho o diário online com todas as refeições que faço e, no dia seguinte, a Sara deixa-me lá o feedback do que fiz bem, do que fiz mal e do que poderia ter feito melhor. Para além disso, está sempre disponível para responder às minhas perguntas. Por exemplo, o que devo comer antes de ir ao ginásio? E ela, sempre simpática, responde-me a tudo prontamente. Quando tenho mesmo mesmo urgência, ligo-lhe e ela diz-me tudo o que preciso de saber.

Não se corta com hidratos de carbono nem se faz nada drástico

Nós, portugueses, adoramos hidratos de carbono. Pão, massa, batata. Enfim, sabe tão bem, eu sei… E logo eu, que adoro massa com natas, cogumelos e tudo e mais alguma coisa. E, quando nos dizem que temos de retirar isso da nossa alimentação, entramos em pânico. Felizmente, pelo menos no meu caso, isso não acontece. Foi reduzida a ingestão deste tipo de alimentos, sim, e há dias específicos em que tenho de cortar por completo, mas é apenas isso. Nada foi eliminado da minha alimentação a 100%, é preciso é simplesmente saber gerir quantidades, horas do dia e compensar com o resto.

O suporte digital 

A Be-Slim aposta fortemente na componente digital. Aliás, é a única forma de fazer acompanhamentos de pessoas que querem emagrecer à distância. Por isso, o site para quem faz o acompanhamento com a Be-Slim é muito rico. Lá podem encontrar, no vosso espaço de cliente, um local para irem anotando o vosso peso e medidas e vendo a vossa evolução. Encontram receitas que vão de encontro à vossa dieta, refeições que podem encomendar, segredos para emagrecer… Enfim, um mundo de opções num espaço que é só vosso.

Sim, estou mesmo satisfeita com o progresso que tenho feito com a Be-Slim. Os 69kg já lá vão, e não irei regressar a esse peso que me deixava tão infeliz e insegura. Continuo a olhar para a meta dos 58kg e, quem sabe, até menos.